Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sentir-se bem consigo próprio(a)

Licent-Prime-Curiosidade-sobre-patentes-A-pele-de-

 

Recentemente, temos vindo a assistir a movimentos a favor da beleza natural, da aceitação, do gostar de si como é.

A favor de deixar de parte a maquilhagem.

De aceitar os cabelos brancos, sinal da passagem dos anos.

De aceitar o corpo, e os seus defeitos.

 

Acho muito bem.

Cada um é como é, e não tem que ser igual a nenhum outro.

Não devemos ir atrás de modas.

De corpos e belezas fictícias.

Não nos devemos deixar levar pelas opiniões dos outros.

E se gostarmos de nós, exactamente como somos, melhor.

 

Mas, e se, na verdade, não gostarmos?

Se nos sentirmos melhor com maquilhagem?

Se nos gostarmos mais de ver com aquelas gordurinhas a menos?

Se quisermos usar uma peruca? Ou pintar o cabelo?

Não podemos?

Ainda que isso nos faça sentir bem connosco próprios?

 

Que mal tem a vaidade, se ela só a nós nos disser respeito?

O que têm as outras pessoas a ver com isso?

 

Para mim, ambas as situações são válidas, e ninguém tem que criticar o outro pelas opções tomadas, ainda que não se enquadrem na sua forma de ser e estar.

 

 

Kate e Meghan - amizade para a vida ou nem por isso?

Imagem relacionada

 

Numa entrevista conjunta, estavam ambas sorridentes e animadas.

Todos acreditam que as duas podem vir a ser, se já não o são, grandes amigas, para além de cunhadas, e que Kate será uma ajuda preciosa para a integração de Meghan na família real e nas tradições e regras que Meghan terá que passar a cumprir.

Sendo Harry considerado por Kate como um irmão mais novo, e sendo Kate, o marido e o cunhado muito unidos, nada mais natural que essa cumplicidade se estenda a Meghan.  

 

 

 

 

No entanto, se antes do casamento de Harry e Meghan, tudo fazia crer que assim fosse, parece começar a haver alguma especulação quanto à amizade das duas, nomeadamente, se Kate não estará a passar por uma crise de inveja e ciúmes, pela maior liberdade e escrutínio menos apertado sobre a cunhada, ao contrário dela própria. E pelo facto de se sentir ameaçada quanto à eventual preferência dos britânicos pela sua cunhada, que foi considerada a mulher mais atraente da realeza britânica, superando Kate, que ficou assim em 2º lugar.

 

 

 

Resultado de imagem para meghan markle aniversário da rainha

 

E neste primeiro ato oficial da duquesa de Sussex após a lua-de-mel, em que se estreou na famosa varanda do Palácio de Buckingham, Kate ocupou a dianteira do plano, parecendo querer roubar-lhe o protagonismo.

O que não é fácil.

Kate parece assumir e levar o seu papel cada vez mais a sério. Ela própria está a surgir com uma expressão séria nas últimas fotografias. Casada há vários anos, mãe de 3 filhos, e com um papel importante a desempenhar, Kate parece carregar todo o peso da responsabilidade nas costas, aparentando estar cansada e sem brilho.

Já Meghan, surge como uma lufada de ar fresco, um espírito mais livre e descontraído, que brilha por onde passa, e cativa naturalmente. A fazer lembrar a Kate de há uns anos atrás.

 

 

 

Sobre a Robot Sophia

Apesar da aparência humana e do belo rosto que criaram para a robot Sophia, tenho a dizer que já vi robots com um ar bem mais amistoso e simpático que esta.

Pode ser impressão minha, até porque é apenas um robot, mas a única imagem que ela me consegue passar, relativamente a expressões humanas, é cinismo. Um cinismo escondido por detrás daquele sorriso fingido que a programaram para fazer.

Olho para ela e parece-me, de certa forma, sinistra. Uma ameaça disfarçada de bondade, subtileza e delicadeza. 

 

E por aí, o que acharam da Sophia? 

 

Resultado de imagem para robot Sophia

Imagem relacionada

Resultado de imagem para robot Sophia entrevista

Imagem relacionada

Body Revolution Movement

Foto de Body Revolution Movement.

 

Conheci a Marta Romero no início deste ano, e foi um prazer.

A Marta é a mentora deste movimento, que pretende revolucionar a forma como vemos o nosso corpo, e realçar a beleza que existe dentro, e fora, de cada um de nós.

 

"Body Revolution Movement nasce na perspetiva criar uma mudança de paradigmas e redefinir conceitos de Beleza. A Beleza existe em todos os corpos, tamanhos, formas e medidas. 
Aceitar um corpo que é rejeitado pelos demais ou que não se enquadra nos parâmetros definidos pela sociedade atual passa pela confiança. Uma confiança que não nasce quando outros nos aceitam, mas sim quando nos sentimos bem com o nosso corpo, mesmo quando os outros não o vêm da mesma forma."


Os principais objectivos do movimento são:

Incentivar a Aceitação

Trabalhar o Positivismo

Ressaltar a Sensualidade 

Ter confiança

Obter uma linguagem positiva

Potenciar a capacidade de sentir amor

 

E, ao mesmo tempo, ensinar:

 

A viver sem juízos sobre a nossa imagem 

A amar o nosso corpo 

Habilidades que irão tornar as pessoas resistentes e inabaláveis em qualquer um dos objetivos 

A não comparar-nos com os outros constantemente

Que p corpo não é um ornamento

A ser saudável em cada peso fomentando  o emagrecimento como algo meramente relacionado com a saúde e não com a estética.

 

Ontem à tarde, e no seguimento deste Body Revolution Body, a Marta apresentou o Calendário Body Revolution 2018, que considera "uma das ações mais reivindicatórias e altruístas do movimento", composto por mulheres corajosas que posam completamente nuas, transmitindo uma mensagem clara de positivismo do seu físico, ressaltando as suas diferenças individuais.

Ao mesmo tempo, o calendário pretende ensinar e inspirar as mulheres a aceitar o seu corpo, durante os 365 dias do ano.

 

O calendário tem o valor de 8 euros. O valor angariado será revertido na totalidade para ajudar a causa do Movimento Body Revolution.

 

Mais informação em http://www.bodyrevolutions.net/body-revolution/ ou Body Revolution Movement

 

 

Na recente entrevista que deu à RCM (rádio de Mafra), a Marta afirmou que 91% das mulheres não estão satisfeitas com o seu corpo.

E deixo aqui o desafio, não só para as mulheres que seguem este blogue, como também para os homens:

 

O que menos gostam no vosso corpo, que gostariam de mudar? E o que não gostavam, mas já aprenderam a aceitar?