Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Kate e Meghan - amizade para a vida ou nem por isso?

Imagem relacionada

 

Numa entrevista conjunta, estavam ambas sorridentes e animadas.

Todos acreditam que as duas podem vir a ser, se já não o são, grandes amigas, para além de cunhadas, e que Kate será uma ajuda preciosa para a integração de Meghan na família real e nas tradições e regras que Meghan terá que passar a cumprir.

Sendo Harry considerado por Kate como um irmão mais novo, e sendo Kate, o marido e o cunhado muito unidos, nada mais natural que essa cumplicidade se estenda a Meghan.  

 

 

 

 

No entanto, se antes do casamento de Harry e Meghan, tudo fazia crer que assim fosse, parece começar a haver alguma especulação quanto à amizade das duas, nomeadamente, se Kate não estará a passar por uma crise de inveja e ciúmes, pela maior liberdade e escrutínio menos apertado sobre a cunhada, ao contrário dela própria. E pelo facto de se sentir ameaçada quanto à eventual preferência dos britânicos pela sua cunhada, que foi considerada a mulher mais atraente da realeza britânica, superando Kate, que ficou assim em 2º lugar.

 

 

 

Resultado de imagem para meghan markle aniversário da rainha

 

E neste primeiro ato oficial da duquesa de Sussex após a lua-de-mel, em que se estreou na famosa varanda do Palácio de Buckingham, Kate ocupou a dianteira do plano, parecendo querer roubar-lhe o protagonismo.

O que não é fácil.

Kate parece assumir e levar o seu papel cada vez mais a sério. Ela própria está a surgir com uma expressão séria nas últimas fotografias. Casada há vários anos, mãe de 3 filhos, e com um papel importante a desempenhar, Kate parece carregar todo o peso da responsabilidade nas costas, aparentando estar cansada e sem brilho.

Já Meghan, surge como uma lufada de ar fresco, um espírito mais livre e descontraído, que brilha por onde passa, e cativa naturalmente. A fazer lembrar a Kate de há uns anos atrás.

 

 

 

Sobre a Robot Sophia

Apesar da aparência humana e do belo rosto que criaram para a robot Sophia, tenho a dizer que já vi robots com um ar bem mais amistoso e simpático que esta.

Pode ser impressão minha, até porque é apenas um robot, mas a única imagem que ela me consegue passar, relativamente a expressões humanas, é cinismo. Um cinismo escondido por detrás daquele sorriso fingido que a programaram para fazer.

Olho para ela e parece-me, de certa forma, sinistra. Uma ameaça disfarçada de bondade, subtileza e delicadeza. 

 

E por aí, o que acharam da Sophia? 

 

Resultado de imagem para robot Sophia

Imagem relacionada

Resultado de imagem para robot Sophia entrevista

Imagem relacionada

Body Revolution Movement

Foto de Body Revolution Movement.

 

Conheci a Marta Romero no início deste ano, e foi um prazer.

A Marta é a mentora deste movimento, que pretende revolucionar a forma como vemos o nosso corpo, e realçar a beleza que existe dentro, e fora, de cada um de nós.

 

"Body Revolution Movement nasce na perspetiva criar uma mudança de paradigmas e redefinir conceitos de Beleza. A Beleza existe em todos os corpos, tamanhos, formas e medidas. 
Aceitar um corpo que é rejeitado pelos demais ou que não se enquadra nos parâmetros definidos pela sociedade atual passa pela confiança. Uma confiança que não nasce quando outros nos aceitam, mas sim quando nos sentimos bem com o nosso corpo, mesmo quando os outros não o vêm da mesma forma."


Os principais objectivos do movimento são:

Incentivar a Aceitação

Trabalhar o Positivismo

Ressaltar a Sensualidade 

Ter confiança

Obter uma linguagem positiva

Potenciar a capacidade de sentir amor

 

E, ao mesmo tempo, ensinar:

 

A viver sem juízos sobre a nossa imagem 

A amar o nosso corpo 

Habilidades que irão tornar as pessoas resistentes e inabaláveis em qualquer um dos objetivos 

A não comparar-nos com os outros constantemente

Que p corpo não é um ornamento

A ser saudável em cada peso fomentando  o emagrecimento como algo meramente relacionado com a saúde e não com a estética.

 

Ontem à tarde, e no seguimento deste Body Revolution Body, a Marta apresentou o Calendário Body Revolution 2018, que considera "uma das ações mais reivindicatórias e altruístas do movimento", composto por mulheres corajosas que posam completamente nuas, transmitindo uma mensagem clara de positivismo do seu físico, ressaltando as suas diferenças individuais.

Ao mesmo tempo, o calendário pretende ensinar e inspirar as mulheres a aceitar o seu corpo, durante os 365 dias do ano.

 

O calendário tem o valor de 8 euros. O valor angariado será revertido na totalidade para ajudar a causa do Movimento Body Revolution.

 

Mais informação em http://www.bodyrevolutions.net/body-revolution/ ou Body Revolution Movement

 

 

Na recente entrevista que deu à RCM (rádio de Mafra), a Marta afirmou que 91% das mulheres não estão satisfeitas com o seu corpo.

E deixo aqui o desafio, não só para as mulheres que seguem este blogue, como também para os homens:

 

O que menos gostam no vosso corpo, que gostariam de mudar? E o que não gostavam, mas já aprenderam a aceitar?

Sair do trabalho e ver o mar!

 

Não é para todos!

Nem todos os dias.

E não, não estou a trabalhar ao pé da praia. Estou, na verdade, a cerca de 10 km da Ericeira.

Mas aqui, do centro de Mafra, em determinados dias, consegue-se avistar o mar lá ao fundo, no horizonte.

E ontem foi um desses dias em que saí, por volta das 19 horas, e consegui ver perfeitamente o mar, reluzente, com os raios de um sol escaldante já a baixar de encontro a ele! Realçava-o ainda mais o céu azul vivo.

Tive pena de não ter tirado uma foto. Mas, por outro lado, guardei a imagem só para mim :)

E que vontade que me deu de dar um mergulho naquele mar! 

Parecia estar ali mesmo à frente, lá ao fundo. Se pudesse saltar daqui para lá...

Mas não. Parece perto, mas está longe.

Ainda assim, consegui vislumbrá-lo até metade do caminho. Até eu acabar de descer a rua, e ele desaparecer da minha vista.

Hoje já não se vê.

Porque está meio nublado. Porque o céu já se confunde com ele, naquele azul desbotado que nem é azul, mas não chega a ser cinzento ou branco.

E porque uma vista tão bonita como aquela que pude apreciar, são raras, e assim devem permanecer, sob pena de perderem toda a beleza, tornando-se banais!

 

 

Imagem retirada da net (à falta da original)

Espelho meu, espelho meu...

A atriz surgiu com um rosto completamente diferente num evento em Hollywood

Haverá alguém mais irreconhecível do que eu?!

 

Há uns tempos atrás foi a Renée Zellweger.

Há menos tempo, a Catherine Zeta-Jones (embora a diferença não seja tão visível).

Agora, Uma Thurman.

Se o objectivo é não deixarem escapar a beleza por entre os dedos, parece-me que não está a chegar a bom porto.

Quanto mais fazem para manter a beleza de outros tempos, mais parecem envelhecer. Muitas, na intenção de não verem a sua carreira esmorecer devido à idade, e de não perderem o lugar tão duramente conquistado em Hollywood, submetem-se a qualquer tipo de cirurgia ou tratamento que lhes devolva a juventude perdida, mas acabam por ver concretizados os seus maiores receios, na sequência dos resultados exagerados ou desastrosos dessas fórmulas miraculosas.
E nós, espectadores, habituados à beleza natural, e própria da passagem dos anos, olhamos agora para essas mulheres e perguntamo-nos quem serão. Porque, simplesmente, não as reconhecemos!

  • Blogs Portugal

  • BP