Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

1 Foto, 1 Texto #1

20230723_203717.jpg 

 

Estava um daqueles dias de verão em que, apesar de saber o quão bem faria uma ida à praia, não apetece nada.

Custa a ganhar coragem. Custa sair de casa.

Está frio. Sol, mas vento.

Se nem roupa de verão apetece usar, quanto mais ficar em biquini.

Mas lá saímos.

 

A verdade é que, na praia, estava melhor.

Para quem achava que nem sequer se ia despir, até à água fui.

E que bem soube o sol a aquecer as costas, no regresso ao areal, já deitada na toalha. 

 

Viro-me para cima.

Olho para o céu.

Estou calma. Relaxada. 

Estou cá em baixo, e quase me consigo ver reflectida lá em cima.

Já que, friorenta como sou, nunca poderia fazer de anjo da neve, ao menos imagino-me a sê-lo no azul do céu!

Ou, então, quem sabe, é um outro anjo que por lá anda, a tomar conta de mim.

A dar-me algum sinal, ou a transmitir-me alguma mensagem...

 

Desafio proposto pela Isabel

 

Efeito dos incêndios do Canadá, no céu de Portugal

20230626_190926 - Cópia.jpg 

 

Mal saí do trabalho, ao final da tarde, já o céu se apresentava assim: nublado, mas com o sol a mostrar-se mais forte que nunca.

Ao contrário do que seria de esperar, com a nuvem de fumo a tirar-lhe o brilho, o sol fez questão de brilhar ainda mais.

E assim ficou durante um bom tempo, até começar a mudar a cor para laranja avermelhado, ainda a levar a melhor sobre o fumo.

 

 

20230626_192016 - Cópia.jpg 

20230626_191214 - Cópia.jpg 

20230626_193534 - Cópia.jpg 

 

Foi só depois das 20h que, rendido, se deixou camuflar, finalmente, pelas nuvens, até desaparecer.

 

Pássaros

IMG_20210625_085321cópia.jpg

 

Ora sobem. Ora descem.

Ora vão. Ora voltam.

Andam em bandos.

 

 

IMG_20210625_091916.jpg

 

Por vezes, cruzam-se no céu, seguindo voos opostos.

Outras, voam em sintonia, como se fosse uma coreografia ensaiada.

E por ali andam, no ar, alheios a tudo o que acontece cá em baixo.

 

 

IMG_20210624_193134cópia.jpg

 

Ora pousam num ramo. Ora tornam a voar.

Por vezes, andam na relva.

Ou bicam, no chão, o que lhes sirva de alimento. 

 

 

IMG_20210624_211432cópia.jpg

 

Mas logo voltam aos céus.

Onde são mais livres. Mais felizes.

Afinal, a dança continua...

E o canto também!

 

IMG_20210625_092014cópia.jpg