Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sugestões para o fim de semana

 

(clicar na imagem)

 

Está à porta mais um fim de semana e, com ele, chega mais uma mão cheia de boas sugestões para aproveitar, fora de casa, os próximos dias.

A 5ª feira da ascensão foi ontem, mas a Festa da Ascensão prolonga-se até domingo, com actuações de Luísa Sobral e Carolina Deslandes.

Para os mais novos Masha e o Urso trazem uma "Missão no Circo", em Coimbra.

Mas "Eu Saio na Próxima e Você?", directamente da comédia com João Baião e Marina Mota, para o "Concerto por Um Novo Futuro - 1986", na Altice Arena, com os artistas: Ana Bacalhau, Catarina Salinas, David Fonseca, João Só, Márcia, Miguel Araújo, Samuel Úria, Tantanka e Lena D’Água.

 

Descubra tudo na edição desta semana!

Sugestões para o fim de semana

(clicar na imagem)

 

Neste último fim de semana de Janeiro, a rubrica Fora de Casa traz-vos diversas sugestões para o aproveitar da melhor forma! Ora vejam:

- Para os amantes dos felinos, já sabem que podem ir até ao cinema ver o documentário "Gatos"
- Eu Mafra, "O Anjo" vai descer à terra,pela mão de Filipi di Ramo
- Na Figueira da Foz, saia "Fora do Baralho", com Mário Daniel
- Em Famalicão, um concerto dos Orelha Negra

Fiquem a par destas e outras sugestões, na edição desta semana!

Sugestões para o fim-de-semana

 

(clicar na imagem)

 

Vem aí mais um fim-de-semana. Temperaturas de verão, mudança da hora e halloween são boas razões para aproveitá-lo!

O Fantastic, dá-vos mais algumas:

- A Lenda do Convento, com VanBach - Arte & Teatro
Diogo Piçarra, ao vivo, nos Coliseus do Porto e Lisboa 
- Pedro Chagas Freitas, com o lançamento de "A Repartição"
Mimicat, em Sintra

E muito mais, a consultar na rubrica Fora de Casa desta semana!

A Lenda do Convento - Acreditar torna possível

22555109_654152668042301_206538537842071567_n.jpg

 

O grupo de VanBach tinha como objetivo, no ano de 2017, assinalar as comemorações dos 300 Anos do Lançamento da Primeira Pedra do Convento de Mafra. E assim nasceu a peça “A Lenda do Convento – Acreditar torna possível”. 

No próximo fim de semana, não percam esta oportunidade única de conhecer a verdadeira história que esteve por detrás da construção deste monumento, através de uma viagem onde o presente e o passado se fundem, dando origem a uma comédia imperdível. 

Garantam já o vosso lugar e reservem através dos seguintes números: 
- 937 487 665
- 964 246 910

Podem também fazer as vossas reservas através do link:
https://goo.gl/forms/pA7zAxpLJhxjjw6p2

 

 

O Bebé de Bridget Jones

Resultado de imagem para o bebé de bridget jones

 

Vi este filme no sábado à tarde.

Já não me lembrava de praticamente nada dos primeiros dois filmes, para além do essencial.

Embora os actores tenham envelhecido, isso nota-se, ou foi dado a entender de forma exagerada na personagem Mark, e não tanto na Bridget.

Gostei de ver a mulher que ela se tornou, mais confiante mas, ao mesmo tempo, ainda tão trapalhona e despistada!

Confesso que neste triângulo amoroso era difícil decidir com qual dos dois gostava de ver a Bridget no final. Porquê?

 

Porque o Jack, a nova personagem introduzida, representaria uma quebra total com o passado, o recomeço de uma vida nova, uma etapa nova, com um homem que tem tudo para a fazer feliz e ser um bom pai, apesar das acções menos correctas que teve na disputa pelo amor de Bridget, e de pensar que o amor tem tudo a ver com matemática e algoritmos ou fórmulas científicas.

 

Já o Mark, é o andar em círculos, numa história mal resolvida com muitos anos, em que as coisas nunca funcionaram, e não há previsão de que venham a funcionar agora, apenas por causa de um bebé. O Mark é um homem, de certa forma, inadaptado, frio, sério, num total contraste com a Bridget. Mas nas coisas do amor, o que manda é o coração. E porque não dar uma última chance a este amor?

 

O que fará Bridget optar por um ou por outro? Será o teste de ADN que indicará quem é o pai da criança? Qual deles ganhará: o amor do passado, ou o amor do futuro? 

E se a escolha não depende da paternidade em si, mas da forma como aquele que não é o pai, encara toda a situação e o futuro com a mulher que ama, mas tem um filho de outro homem?

Sinceramente, ainda não não percebi se gostei do final deste filme ou não, mas sei que me diverti imenso com algumas cenas, nomedamente, o percurso da Bridget até à maternidade, e me comovi com outras.

Mas foi bom relembrar as personagens, muitos anos depois!

  • Blogs Portugal

  • BP