Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

É oficial - Paulo Fonseca deixa o FCP

OM - FC Porto - Valais Cup 2013 - Paulo Fonseca.jpg

 

 

Tendo passado por equipas como o Pinhalnovense ou o Desportivo das Aves, Paulo Fonseca ganhou notoriedade pela época brilhante que fez, em 2012/ 2013, ao comando do Paços de Ferreira, que se classificou em terceiro lugar na liga.

Como é óbvio, o sonho de qualquer treinador é "voar mais alto", e a oportunidade surgiu com o convite para treinar os Dragões.

Mas, por vezes, é preciso ponderar se é o momento certo, se o "voo" é benéfico ou se ainda é cedo para determinadas ambições.

Treinar o Futebol Clube do Porto não é a mesma coisa que treinar o Paços de Ferreira - a responsabilidade e a pressão são maiores, os objectivos totalmente diferentes. Para mim, a decisão de Paulo Fonseca de aceitar o desafio não terá sido acertada. Penso que ele não estava ainda preparado para o desafio. E parece que ele se terá apercebido agora disso.

Mas a responsabilidade pelos maus resultados não se deve exclusivamente ao treinador. Como se costuma dizer, não se podem fazer "omeletas sem ovos". Uma equipa não é apenas o treinador. Os jogadores também fazem parte e têm a sua quota parte de responsabilidade.

O treinador pode orientar, definir estratégias, planear ataques ou defesas, mas são os jogadores que estão em campo, são eles que possuem a bola e a possibilidade de fazer a diferença. Claro que os jogadores não devem agir contra as instruções do seu "mister". Mas não me parece que haja instabilidade ou divergências a esse nível.

 

Para já Luís Castro, da equipa B, irá assumir o comando, embore pense que será uma solução temporária, a curto prazo. Veremos o que conseguirá fazer pela equipa.

Mas o futebol é mesmo assim. Há épocas felizes, e outras não tão felizes. Acontece a todas as equipas, até mesmo às melhores. E aos melhores treinadores também!

  • Blogs Portugal

  • BP