Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O concerto da Bárbara Bandeira na Alcainça

IMG_80131.JPG

Não conseguimos ir ver a Bárbara Bandeira em Julho, quando actuou no Festival do Pão, em Mafra. Era um dia de semana, e o meu marido estava a trabalhar à noite.

A minha filha ficou aborrecida e, por isso, quando vi que ela ia estar na Alcainça, no final de Agosto, e que o meu marido estava de folga, e nós de férias, ficou combinado que iríamos lá.

 

 

 

IMG_80121.JPG

Eu só conheço 2 ou 3 músicas dela.

Mas a minha filha é fã, e ficou felicíssima por ter tido a oportunidade de lá ter estado.

Chegámos depois das 22 horas, andámos à procura do palco principal e ficámos bem posicionados, apesar de já estar muita gente à nossa frente.

À medida que se aproximava a hora, iam chegando mais pessoas, até termos um mar de gente atrás de nós.

 

 

 

IMG_8015.JPG

O concerto começou poucos minutos depois da hora prevista, o que foi um ponto a favor.

Mas o som estava demasiado alto, fazia-nos tremer e quase nos furava os tímpanos. Não sei se o problema era de estarmos perto do palco e, talvez, das colunas.

Sei que, na maior parte do tempo, enquanto o som se mantinha naquele volume, a voz da Bárbara, a não ser quando gritava, ficava abafada pela banda, e quase nem se dava por ela, nem se percebia muitas das coisas que dizia. Já quando a banda acalmava, ouvia-se perfeitamente.

 

 

 

IMG_80161.JPG

Dadas as poucas músicas que a Bárbara ainda tem, o concerto durou cerca de uma hora, com algumas músicas da Ariana Grande pelo meio.

Penso que, em termos de espetáculo, fazia falta algumas músicas mais animadas, porque acaba por, juntamente com o ainda pouco à vontade em palco, não ser um concerto tão animado.

Mesmo com as interacções com o público, acaba por ser um pouco monótono.

 

 

Sobre a Bárbara, nunca a tinha visto ao vivo mas, do que vi em palco, parecia bem mais simples e humilde do que a imagem que tinha dela, de a ver na TV.

Sem grandes pinturas, nem roupas extravagantes, poderia ser uma qualquer colega da minha filha. 

Reparei que, apesar de as suas músicas serem mais direccionadas para um público adolescente, a Bárbara tem, pelo que vi neste concerto, uma grande legião de fãs infantil.

 

 

 

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas a sorrir, closeup

No final do concerto, tentámos perceber se iria haver sessão de autógrafos/ fotos. Juntou-se, numa questão de segundos, um grande grupo na parte lateral  do palco, à espera da Bárbara.

Ali, era a Bárbara de um lado, e os fãs do outro.

Vi-a autografar algo a outras crianças.

A minha filha conseguiu tirar uma foto com ela. O staff avisou logo que tinha que ir já com o modo selfie a jeito no telemóvel, para não perder tempo. E foi tão rápido que, quando eu achava que ela ainda estava à espera, já estava a voltar para trás, com a foto tirada.

 

E assim demos por findas estas férias de verão!

Querem ir a Berlim com os Fingertips?

Passatempo Berlim

 

Ganha 1 viagem a Berlim e leva 1 amigo! Participa!

Completa as seguintes etapas:
 
1. Compra o teu bilhete para o concerto de Lisboa ou Porto.
Bilhetes à venda na Ticketline.pt, FNAC, Worten, Estúdio Time Out, Casa da Música e locais habituais.
 
2. Sê criativo!!! Tira uma foto com o bilhete!
É obrigatório que o número do bilhete seja visível!
 
3. Partilha a foto no teu facebook!
Faz um post público no teu facebook com a foto e completa a frase "Eu quero ir a Berlim com os @Fingertips porque ..." e usa o hashtag #FingertipsBerlim (obrigatório).

Partilha o teu post com os teus amigos e pede para apoiarem a tua participação.

4. Finalistas e Vencedor
Os 10 participantes com mais likes no post do facebook, no dia 18 de novembro às 23:59H são os finalistas do passatempo. A escolha da frase é feita por representantes dos Fingertips, dos Produtores Associados e da Travel Gate. O vencedor será anunciado dia 20 de Novembro no concerto da Casa da Música, no Porto e na página de facebook dos Fingertips.
 

Para saber mais e participar, basta clicar AQUI.

 

E amanhã, não percam a entrevista com eles, aqui no blog, a propósito dos concertos que irão dar em Portugal!

Nelson Freitas no Campo Pequeno

 

 

 

Nelson Freitas esteve no passado dia 24 de Junho a actuar no Palco Sumol do Sumol Summer Fest, na Ericeira. 

E, ao longo do verão, são vários concertos já agendados e que esperam por nós. No entanto, para quem ainda não teve, ou não terá nos próximos meses, oportunidade de assistir a um dos espectáculos do Nelson Freitas, da sua digressão de verão "Ride or Die", há ainda uma derradeira hipótese. 

O cantor irá encerrar a digressão com um espectáculo especial, a 22 de outubro, no Campo Pequeno, em Lisboa.

Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais e na Ticketline, e o preço vai dos 20 aos 28 euros.

Neste concerto não irão faltar os êxitos de “Four”, como “Miúda Linda” e “Break of Dawn”, não esquecendo, obviamente, os temas dos álbuns anteriores. O espetáculo contará ainda vários convidados, que serão desvendados ao longo das próximas semanas.

Não percam esta grande festa de um dos artistas mais populares, e influentes, da atualidade, que tem vindo a conquistar milhares de pessoas de norte a sul do país, e além-fronteiras, com a sua mescla de sonoridades que vão do zouk ao r&b, passando pela kizomba, hip hop e soul. 

Átoa em Mafra - um concerto espectacular!

IMG_2803.JPG

 

O Festival do Pão terminou em grande com o concerto dos Átoa!

Já tinha tido oportunidade de os entrevistar duas vezes, uma para a Blogazine, e outra para o meu blogue, mas desta vez pude vê-los ao vivo e conhecer melhor as suas músicas.

Chegámos mesmo em cima da hora, e conseguimos encontrar um bom lugar perto do palco, e com bastante espaço. Embora, olhando para trás de nós, víssemos imensa gente a assistir, ali à frente onde estávamos, víamos bem, e sem aquela sensação de "sardinha em lata", nem empurrões.

 

 

IMG_2804.JPG

 

Só pelo ambiente calmo e descontraído, apesar de ser domingo e no dia seguinte ir trabalhar, já estava a valer a pena.

Músicas como "Menino D'Ouro", "Miúda Do Terceiro Andar" ou "Idade dos Inquietos" não faltaram. O público sabia de cor a letra das músicas e esteve sempre animado, e em interacção com a banda.

 

 

IMG_2805.JPG

  

Os momentos mais calmos vieram logo depois, com "Sinto" e "Pouco de Sol".

 

 

IMG_2806.JPG

IMG_2807.JPG

IMG_2808.JPG

IMG_2809.JPG

 

Mais para o final, não poderiam deixar de tocar o sucesso "Falar a Dois" e de nos brindar com o novo tema "A Cada Passo".

 

 

IMG_2810.JPG

 

O tempo passou num instantinho, e o concerto chegou ao fim, mas o público não os deixou ir embora sem uma última música. Tivemos direito a duas, entre as quais "Distância", também já nossa conhecida.

 

 

IMG_2811.JPG

  

Não tendo sido um concerto com grandes efeitos visuais, teve o mérito de brilhar pela simplicidade dos membros da banda que, sem grande aparato, conseguiram chegar ao público, com a sua humildade, e proporcionar-nos quase duas horas de boa música portuguesa.

O pior foi quando tivemos que enfrentar uma fila enorme para conversar com eles e dar os parabéns pelo espectáculo. Os fâs eram mais que muitos! Mas conseguimos tirar a nossa foto da praxe!

 

IMG_2813 - Cópia.JPG

 

Diário de Férias - 7º dia

 

 

Chegaram ontem ao fim as primeiras férias deste ano, com um dia bastante movimentado!

Depois de um almoço no Cantinho dos Grelhados, onde saboreámos as deliciosas "tirinhas", na companhia dos meus pais e tio, que também lá foram e se juntaram a nós, para celebrar a entrada do meu marido na universidade, fomos ao cinema.

Após a viagem de regresso, só tivemos tempo de ir a casa lanchar e ver as bichanas, para irmos ao teatro.

O trânsito estava condicionado e os lugares para estacionamento eram escassos, pelo que deixámos logo o carro no centro da vila para a noite, e fizemos caminhada até casa.

À noite, nova caminhada até ao Jardim do Cerco para o concerto dos Átoa, do qual irei falar num outro post.

Deitámo-nos tarde, para acordar cedo hoje. Eu, para vir trabalhar. O meu marido, forçado, para levar a Amora ao veterinário, mais uma vez. 

  • Blogs Portugal

  • BP