Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Ainda estou atónita!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ontem, quando saí do trabalho e fui a pé para casa, deparei-me com um cenário que me deixou atónita: dois miúdos, talvez irmãos, um à volta de 5 anos e outro um pouco mais velho, no contentor do lixo!

Mais precisamente, o mais novo dentro do contentor do lixo, em tronco nu, e o mais velho pendurado no lado de fora.

O que ali estariam a fazer não sei. À procura de comida? De alguma outra coisa? De coisa nenhuma? Estariam a brincar ou num qualquer acto de rebeldia? Não faço ideia.

Mas não fui a única a ficar nesse estado. Estava lá um senhor a conversar com eles, a perguntar o que estavam ali a fazer e a mandá-los sair e ir para casa, que aquilo não era sítio para eles estarem.

Já no início da semana tinha havido uma situação lamentável. Um homem, com problemas mentais, de quem aparentemente ninguém quer saber (embora saibamos que tem família), e que costuma andar por aqui a pedir, começou a urinar muito descontraidamente em plena praça pública, para quem quisesse ver. Mesmo ao lado de uma pastelaria, no passeio, onde as pessoas caminham.

É incompreensível que quem de direito não tome medidas para evitar estas situações. E, se quem poderá intervir não o faz, somos nós que temos que o fazer?

Talvez...Mas, de facto, perante situações destas, o que é que podemos fazer?

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP