Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Cantar - estreia amanhã!

 

Com vozes de:

 

Vasco Palmeirim

Resultado de imagem para sing personagens

 

 

Marisa Lis

Resultado de imagem para sing personagens

 

 

 

Aurea

Imagem relacionada

 

 

Mickael Carreira

Resultado de imagem para sing personagens

 

 

Deolinda

Resultado de imagem para sing personagens

 

 

E, ainda, Catarina Furtado e Anselmo Ralph!

 

 

Sinopse:

Num mundo como o nosso, mas totalmente habitado por animais, este filme acompanha a vida de Buster Moon, um ativo Coala que preside um, outrora grande, teatro que caiu em decadência. Buster é um eterno otimista – ok, talvez um pouco malandro – que a adora o seu teatro acima de tudo e que fará tudo para o preservar. Agora enfrentando o desmoronamento da ambição da sua vida, tem uma última hipótese de restaurar a joia desvanecida às glórias do passado, ao produzir a maior competição de canto do mundo. Emergem assim cinco participantes: Um rato que canta tão bem como engana, uma tímida jovem elefante com umenorme receio do palco, uma sobrecarregada mãe de uma ninhada de 25 leitões, um jovem gangster gorila que sequer afastar dos crimes da família e uma porco-espinho punk-rock que luta por se ver livre do namorado arrogante e começar a cantar a solo. Cada animal apresenta-se a Buster acreditando que será esta a sua oportunidade de mudar o curso da vida.

 

Resultado de imagem para cantar trailer

 

Primeira Vez - Deolinda Kinzimba

 

Depois de termos ouvido em primeira mão o single de estreia da Deolinda Kinzimba, vencedora da anterior edição do The Voice Portugal, no domingo passado, aqui fica o videoclip de "Primeira Vez".

Com letra e música de Guilherme Alface, dos Átoa, e produção a cargo de Diogo Piçarra, foi a própria Deolinda a protagonista deste video.

O que acham?

À Conversa com Deolinda Kinzimba - Especial The Voice Portugal

 

A primeira vez que ouvi a Deolinda cantar, nas provas cegas do The Voice Portugal, disse logo “esta é uma forte candidata à vitória”!

Com apenas 20 anos, tem uma voz poderosa e chegou a fazer uma interpretação da música “I Will Always Love You”, da Whitney Houston que, atrevo-me a dizer, esteve tão ou ainda melhor que o original!

Ela bem diz que, quando chega ao palco, se transforma, e a garra e emoção com que canta comprovam isso mesmo.

A Deolinda é natural de Angola mas foi em Portugal que decidiu investir na sua formação, tendo vindo para cá completamente sozinha. O que mais lhe custa são, sem dúvida, as saudades da família.

 

 

 

Tem em Mariah Carey e Whitney Houston, algumas das suas maiores referências, e no R&B, Soul, e Kizomba os géneros musicais que mais aprecia.

Considera que o grande obstáculo à realização do seu sonho de ter uma grande carreira musical é o facto de não haver ninguém a apostar no seu talento. No entanto, com a vitória do concurso que lhe deu o título de “Voz de Portugal”, isso poderá estar prestes a mudar!

 

 

 

E, como minha candidata favorita à vitória, por quem torci até ao momento em que foi anunciado o seu nome, não poderia deixar de a ter aqui nesta rubrica especialmente dedicada aos concorrentes do The Voice Portugal!

 

 

Deolinda, como é que nasceu o teu gosto pela música?

Posso dizer que o gosto pela nasceu pelas diversas influências musicais que sempre tive em casa por parte dos meus irmãos. Ouvia diversos estilos musicais e creio que isso contribuiu bastante para engrandecer este gosto pela música.

 

Antes da tua participação no programa The Voice Portugal, que lugar é que ocupava a música na tua vida? Costumavas cantar em público?

Sempre gostei de cantar e a música sempre fez parte da minha vida, sempre esteve no topo. Costumava cantar em público sim.

 

Vieste sozinha para Portugal para investir na tua formação e nos teus estudos. É difícil estar num país desconhecido, rodeada de estranhos?

É difícil, mas não impossível, e só quem já passou ou passa por isso sabe o quão difícil é, pois temos que lidar com muita coisa, uma delas é a saudade da família.

 

A participação no programa The Voice Portugal ajudou, de alguma forma, a colmatar as saudades da família e a fazer novas amizades?

As saudades não têm fim, mas ajudou imenso, pois tive a oportunidade de ser acarinhada pelos meus pais como antes. Posso dizer também que conheci muita gente boa e humilde no programa que pretendo levar p’ra vida toda.

 

Que lugar é que o Direito irá ocupar na tua vida?   

Considero o Direito como um plano B, posso dizer que ocupa um segundo lugar na minha vida. Não vou deixar a minha formação de lado.

 

Um dos géneros musicais de que gostas é o Soul. Nunca pensaste levar uma música da “rainha do soul” Aretha Franklin a uma das etapas do programa The Voice Portugal?

Pensei sim, mas é sempre complicado escolher a musica certa dela, visto que gosto de quase todas. (hahah)

 

A vitória no The Voice Portugal valeu-te um contrato com a editora Universal Music. O que é que podemos esperar da Deolinda daqui em diante?

Podem esperar uma Deolinda com muitas surpresas e boa música.

 

As tuas referências musicais são algumas das grandes divas já bem conhecidas de todos nós, como Whitney Houston ou Mariah Carey, e isso foi bem visível ao longo do programa. No entanto, quando cantaste com o David Carreira, num outro registo e em português, conseguiste surpreender pela positiva. Num primeiro trabalho que venhas a lançar, pretendes seguir um registo dentro daquilo que nos mostraste no The Voice, tendo como inspiração aquela que consideras o teu ídolo – Mariah Carey, ou vais arriscar e apostar em algo de diferente?

Apenas serei eu mesma. Tenho como referências estas grandes divas, mas quero mostrar quem realmente eu sou e deixar a minha marca sem imitações, e sim usar as influências para fazer algo bonito.

 

Para além de cantar, gostas de compor músicas. Sobre o que nos falam essas músicas?

Essas músicas falam de amor, saudade, desilusão, diversão. Resumindo essas músicas falam de coisas que acontecem a qualquer pessoa.

 

Tens algumas músicas escritas que gostasses de incluir no teu primeiro álbum?

Com certeza!

 

Iremos ouvir a Deolinda cantar em português?

SIM!

 

Desde o início que eras uma das grandes favoritas à vitória do The Voice Portugal. Também sentias essa preferência do público?

Senti sim, e foi o grande impulso que recebi para que em cada etapa fizesse melhor.

 

Como é que te sentiste quando a Catarina anunciou o teu nome como vencedora?

Não conseguia acreditar, explodia de alegria e só apetecia-me dar gargalhadas. (hahahaha)

 

Agora que foste consagrada vencedora e tens um contrato com a editora Universal Music, quais são os teus planos para o futuro?

São muitos os planos, como ter uma grande carreira na música, mas uma batalha de cada vez e deixar Deus no comando.

 

Deolinda, muito obrigada pela tua disponibilidade para aceitares este convite.

Desejo-te muito sucesso na tua vida!

 

Para saberem por onde anda a Deolinda e mais novidades sobre a sua carreira é só acederem ao respectivo link:

https://www.facebook.com/Dkinzimba/

 

Imagens media.rtp.pt

  • Blogs Portugal

  • BP