Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Queda, de Jeff Abbott

Resultado de imagem para queda jeff abbott

 

Pensem no vosso maior desejo.

Agora, imaginem que alguém vos oferece a concretização desse desejo?

A troco de quê? Coisa pouca. Um trabalhinho aqui, uma mãozinha ali. Nada que não compense, na opinião de muitos.

Mas, cuidado!

É que pode haver alguém cujo desejo interfira com o vosso. Se se mostrar mais valioso, terão que cair vocês, para que outros subam. E, acreditem, a queda é um mal menor. Porque, em último caso, serão eliminados para que não abram a boca ou tentem rebelar-se contra a rede.

 

 

É assim que funciona a rede criada por Belias: como um teatro de marionetas, em que todos são manipulados, ajudam e contribuem para o sucesso ou fracasso uns dos outros, consoante a necessidade.

Há quem tenha interesse em acabar com esta rede, há quem tenha interesse em tomar para si o comando da mesma.

E se, no fim, descobrirmos que aqueles que julgávamos trabalhar para um mundo melhor e mais justo, se revelarem alguém que pode, afinal, não ter interesses assim tão generosos ou benévolos?

 

 

Podemos confiar na nossa família? Naqueles que nos são mais próximos? Nas pessoas que é suposto nos protegerem? Ou teremos que viver em permanente desconfiança?

Até onde nos podem levar os ciúmes?

 

 

Sinopse

"Sam tinha a vida resolvida. Abandonara o cargo de agente da CIA, após uma demorada negociação sobre os termos da rescisão, e finalmente podia dedicar-se a uma existência pacata com o filho… Até que uma mulher misteriosa, Diana Keene, entrou no seu bar e num repto surdo deitou por terra toda a sua ambição de normalidade:

«Ajude-me.»

De repente, e sem aviso prévio, Sam vê-se obrigado a lutar pela sua própria sobrevivência contra os mandantes do assassinato de Diana - uma associação organizada numa rede global e com negócios obscuros, formada por pessoas influentes e poderosas, que faz uso da sua autoridade e riqueza para comandar os desígnios do mundo.

Agora, a organização não mais descansará até capturar o homem que ousou interferir com os seus planos, e tudo fará para conquistar mais um nível de poder que só Sam, com os seus conhecimentos, lhe pode garantir.

Ameaçado por tudo e por todos, resta apenas a Sam uma alternativa se quiser recuperar a sua paz de espírito: aniquilar o homem que se esconde por detrás da máquina de influências que controla o mundo."

Os Protegidos - a série

Imagem relacionada

 

"Cuidado com aquilo que desejas" é uma frase que se ouve muitas vezes, para exprimir que, algumas vezes, esses desejos podem mesmo tornar-se reais. E, se, e quando isso acontecer, não será, necessariamente, algo de bom.

Um dos desejos que todos nós tivemos alguma vez na vida, ainda que de forma inconsciente, foi o de ter algum poder especial, como o da invisibilidade, saber o que os outros pensam, de voar, e por aí fora.

Mas, como sabemos, todas aqueles que, de facto, pudessem ter algum destes poderes, seria visto como um ser diferente, um espécime raro. Não faltaria quem os quisesse estudar, testar, analisar. E quem se quisesse aproveitar desses poderes para fins menos recomendáveis.

 

 

É esse o mote para esta série espanhola, cuja terceira e última temporada está, actualmente, a ser exibida na SIC K, chegando hoje ao fim. 

Como vemos muitas vezes, só nesta última temporada vamos perceber o que esteve na origem de tudo.

Um cientista, cujo filho se encontra muito doente, com problemas de coração, tenta descobrir uma forma de o salvar, desenvolvendo uma espécie de medicamento, através de uma planta. No entanto, o filho acaba por morrer.

A fórmula é então, posteriomente, utilizada por uma das suas alunas de medicina para tentar curar várias crianças com problemas de coração. Só que esse medicamento, em vez de tratar o problema, tem como efeito colateral o desenvolvimento de poderes sobrenaturais, de acordo com aqueles desejos e pensamentos que tinham em mente.

 

 

Uma organização perigosa tenta comprar a fórmula, e a lista de todas as crianças com poderes, mas não é bem sucedida. A partir daí, começa a caça às crianças e adolescentes de todo o mundo.

Cobra, Sandra, Lucas, Lúcia e Carlitos passam a viver com Mário e Jimena, formando o disfarce da família perfeita e normal, para o mundo exterior. Na verdade, os 5 primeiros têm poderes. Mário é o pai de Carlitos. Jimena tem uma filha com poderes, que foi raptada pela organização, e o seu principal objectivo é recuperá-la ao mesmo tempo que tenta proteger esta nova família, e escapar com vida a tudo isso.

 

 

 

Resultado de imagem para os protegidos temporada 3

 

Ao longo das 3 temporadas, vão surgindo personagens que não se sabe de que lado estão, e que contibuirão para o grande final. 

Apesar do perigo constante, e de terem que lidar com os seus poderes, estes jovens vivem todos os dramas normais da infância e adolescência.

Na última temporada, há uma esperança de cura, que os fará perder todos os poderes, e voltarem a ser normais, deixando de ser perseguidos, podendo voltar para junto das suas famílias. 

Mas nem tudo é tão simples quanto parece, e os obstáculos não darão tréguas.

Jimena, a partir de uma visão da filha, afasta-se dos restantes. Será Júlia, filha do cientista, que terá o papel de guardiã dos Castillo, e de todos os outros que, por culpa do seu pai, estão nesta situação. 

E acabará mesmo por levar esse papel ao extremo, vendo morrer a sua mãe e o seu pai, por uma causa maior: a de não deixar a organização vencer esta guerra.

 

Resta saber se tudo isso servirá para pôr um fim à história, ou se não terá quaisquer hipóteses...

 

 

Destaco ainda a banda sonora da série, a cargo de César Benito, nomeadamente, as músicas Sentimientos e Aparente Normalidad.

 

"Sentimientos" exprime, sem qualquer palavra, todos os sentimentos presentes na série: tristeza, saudade, frustração, revolta, amizade, união, amor, força, família, esperança...

 

 

 

 

 

 

Transcendence: A Nova Inteligência

Resultado de imagem para transcendence a nova inteligência

 

Um filme que tem fantasia a mais para o meu gosto, mas que nos faz pensar em algumas coisas como:

- ter cuidado com aquilo que desejamos porque, um dia, quem sabe, isso pode vir a ser concretizado, e tornar-se mais assustador do que benéfico

- a ciência é espectacular, mas há certas coisas que devem permanecer como estão, e deixar a natureza seguir o seu curso, sem interferir

- por muito boas que sejam as intenções de alguém, quando se lança nestas experiências, até que ponto a capacidade de controlar tudo e todos, e o próprio mundo, não desviarão alguém do seu carácter, e a sede de poder não a levará a actos abomináveis?

- poderá uma máquina substituir um humano a todos os níveis, e ser vista pelos demais como se fosse a pessoa, e não a máquina, que ali está à sua frente?

 

 

 

Sinopse:

"Will Caster é um dos mais importantes investigadores no campo da Inteligência Artificial, dedicando toda a sua vida a criar uma máquina capaz de pensar e sentir por si mesma. As suas experiências e criações controversas tornaram-no famoso na sua área de estudo, mas transformaram-no também num dos principais alvos dos grupos extremistas antitecnologia. Com o projecto quase concluído, Will é atacado por um grupo terrorista e deixado gravemente ferido. Antes que ele morra, Evelyn, a sua mulher, insere no seu cérebro um protótipo que lhe retira a consciência e a transfere para um supercomputador. Evelyn verifica que a mente de Will ressuscitou no processador da máquina e que continua a funcionar na perfeição. Porém, Caster revela uma vontade de adquirir conhecimento que parece ter perdido qualquer noção dos limites. Decidido a ganhar poder e controlar o mundo, ele tem um objectivo muito específico: tentar convencer a mulher a ligá-lo à internet para que ele se possa propagar por todos os computadores existentes e criar uma inteligência colectiva. Apesar de isso significar o sucesso de décadas de estudo e total dedicação, Evelyn percebe o impacto que poderá ter não apenas na sua vida, mas na de toda a Humanidade." 

Ai a minha vida - a lista continua a aumentar!

A Rapariga de Antes

 

SINOPSE

«Por favor, faça uma lista de todos os bens que considera essenciais na sua vida.»

O pedido parece estranho, até intrusivo. É a primeira pergunta de um questionário de candidatura a uma casa perfeita, a casa dos sonhos de qualquer um, acessível a muito poucos. Para as duas mulheres que respondem ao questionário, as consequências são devastadoras.

EMMA: A tentar recuperar do final traumático de um relacionamento, Emma procura um novo lugar para viver. Mas nenhum dos apartamentos que vê é acessível ou suficientemente seguro. Até que conhece a casa que fica no n.º 1 de Folgate Street. É uma obra-prima da arquitectura: desenho minimalista, pedra clara, muita luz e tectos altos. Mas existem regras. O arquitecto que projectou a casa mantém o controlo total sobre os inquilinos: não são permitidos livros, almofadas, fotografias ou objectos pessoais de qualquer tipo. O espaço está destinado a transformar o seu ocupante, e é precisamente o que faz…

JANE:Depois de uma tragédia pessoal, Jane precisa de um novo começo. Quando encontra o n.º 1 de Folgate Street, é instantaneamente atraída para o espaço —e para o seu sedutor, mas distante e enigmático, criador. É uma casa espectacular. Elegante, minimalista. Tudo nela é bom gosto e serenidade. Exactamente o lugar que Jane procurava para começar do zero e ser feliz.
Depois de se mudar, Jane sabe da morte inesperada do inquilino anterior, uma mulher semelhante a Jane em idade e aparência. Enquanto tenta descobrir o que realmente aconteceu, Jane repete involuntariamente os mesmos padrões, faz as mesmas escolhas e experimenta o mesmo terror que A Rapariga de Antes.

 

 

Escrito na Água

 

Já vos falei dele há dias

 

 

 

Encontras-me no Fim do Mundo

 

SINOPSE

Jean-Luc Champollion é aquilo a que os franceses chamam um homme à femmes. O encantador proprietário de uma galeria bem-sucedida ama a arte e a vida, é muito sensível ao encanto das mulheres, que de bom grado lho retribuem, e vive num dos bairros da moda de Paris, em perfeita harmonia com o seu fiel dálmata Cézanne. Tudo corre bem até que, uma da manhã, Jean-Luc encontra no correio um envelope azul, e a sua vida muda para sempre.

A missiva é uma carta de amor, ou melhor, uma das declarações de amor mais apaixonadas que o galerista já viu, mas não vem assinada: a misteriosa autora decidiu esconder-se e convida-o a descobrir quem é. Jean-Luc fica inicialmente confuso, mas decide alinhar. A remetente anónima forneceu-lhe um endereço de e-mail e desafia-o a responder. Mas a tarefa não é fácil. Em breve, Jean-Luc tem apenas um objetivo: descobrir a identidade da caprichosa desconhecida, que parece conhecer muito bem os seus hábitos e gosta de o provocar incessantemente.

Assombrado pelas suas palavras, Jean-Luc segue as pistas dispersas na correspondência, cada vez mais incapaz de resistir à mais doce das armadilhas. O objeto da sua paixão existe apenas no papel e na sua imaginação, mas ele sente conhecer melhor esta mulher do que os quadros expostos na sua galeria, mesmo que nunca tenha visto o seu rosto. Ou será que viu?

 

 

 

Desaparecidas

 

SINOPSE

Uma mulher sem identificação parece ser apenas mais um corpo a aguardar a autópsia no Instituto de Medicina Legal de Boston — até ao momento em que a doutora Maura Isles vê o cadáver abrir os olhos. A desconhecida, completamente em pânico, é levada de imediato para o hospital, onde acaba por matar um segurança e fazer vários reféns, incluindo a detetive Jane Rizzoli, que fora internada nessa manhã para dar à luz o seu filho.
No exterior do hospital, o marido de Jane, o agente do FBI Gabriel Dean, desespera ao ver as horas passarem sem que a polícia consiga resolver aquilo que tudo indica ser um vulgar sequestro de vários reféns. Contudo, depressa o caso começa a revelar-se bem mais complicado e com implicações mais profundas quando um segundo sequestrador entra em cena. E momentos antes de o grupo de resgate tomar o hospital de assalto para libertar os reféns, a mulher avisa Jane: «A Mila sabe.»
Quem é Mila? Qual o terrível segredo que esconde? E por que razão os serviços secretos estão tão empenhados em ocultar todas as provas que poderiam ajudar a resolver o caso? Numa corrida contra o tempo, Jane e Gabriel partem em busca da misteriosa Mila, que detém a chave que poderá desvendar o tenebroso mistério. Mas há mais alguém desesperado para a encontrar, e disposto a tudo para a silenciar…

 

 

 

As Desaparecidas

 

SINOPSE

Um thriller arrepiante, inteligente e cheio de suspense. Com excelentes críticas da imprensa internacional, é um livro perfeito para os fãs de A Rapariga no Comboio.

 

Destroços

 

SINOPSE

Lillian Linder é uma mentirosa. À superfície, aparenta ser a sobrevivente corajosa de um acidente de avião. Mas tem vindo a mentir à sua família e ao resto do mundo desde que os helicópteros de salvamento a resgataram a si e a Dave, outro sobrevivente, de uma ilha deserta no Pacífico Sul. Desaparecidos durante dois anos, tornaram-se estrelas e recebem as atenções de toda a imprensa. Mas nunca poderão contar a verdadeira história…

O público está fascinado por ambos, mas Lillian e Dave têm de regressar às suas vidas e esposos. Genevieve Randall, uma jornalista experiente e obstinada, suspeita que a história pode ser falsa e está determinada a desvendar a verdade a qualquer custo, mesmo que implique destruir as vidas de Lillian e Dave. Uma história eletrizante que nos faz questionar a importância da sobrevivência, tanto no meio da natureza selvagem como sob os holofotes da imprensa implacável.

 

 

Não há carteira para tantos livros!

 

Alguém por aí já leu algum deles?

Coragem ou determinação?

 

Por vezes ouvimos as pessoas dizerem "ah e tal, é preciso coragem" ou "gostava de ter a tua coragem", quando nos vêem lutar por aquilo que queremos, quando nos vêem arriscar, sair da nossa zona de conforto, quando nos vêem tomar decisões que também elas gostariam de tomar, mas não conseguem, ou não podem. 

Mas eu pergunto: será que estamos aqui a falar de coragem, ou antes de determinação? Será que as duas são aliadas e complementam-se?

Vejamos, por exemplo, uma pessoa de 50 anos que vai à procura de trabalho. É verdade que ela foi corajosa em querer encontrar um trabalho com essa idade, uma idade em que consideram as pessoas velhas demais para trabalhar, mas novas demais para se reformarem. Mas foi apenas a coragem que a levou a encontrar esse emprego?

E aquelas pessoas que, por circunstâncias da vida, não puderam estudar quando deveriam, e fazem-no mais tarde? Foi apenas a coragem que as moveu e lhes garantiu o diploma?

Ou alguém que vai tentar a sua sorte noutro país, noutro continente, ou que se envolve em acções humanitárias ou voluntariado?

E aquelas que, contra todas as expectactivas, decidem concretizar os seus desejos, como o de ser mãe, publicar um livro, tirar um determinado curso, dedicar-se a uma determinada actividade ou outro qualquer?

É preciso coragem, sim! Para dar o primeiro passo.

Para todos os outros, tem que haver muita determinação, porque só ela levará cada um de nós à meta que traçámos e querermos alcançar. A coragem, tem tendência a esmorecer, ou até abandonar-nos pelo caminho.

Mas se estivermos determinados, será muito mais fácil chegarmos ao fim da viagem realizados, e com os nossos objectivos concretizados!

  • Blogs Portugal

  • BP