Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Cinco anos de The Voice Portugal

Foto de The Voice Portugal.

 

No passado sábado, o The Voice Portugal celebrou 5 anos de existência!

Foi uma gala bonita, embora um pouco tendenciosa, que apenas pecou pelo fingimento ao longo de todo o programa, como se estivesse a ser exibido em directo, na noite da passagem de ano, quando já tinha sido gravado muito antes.

Não havia necessidade. Podiam muito bem ter evitado essa encenação.

E, finalmente, a Catarina voltou a brindar-nos com a sua elegância habitual, ao contrário das últimas galas.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Dos 5 vencedores, apenas a Deolinda não esteve presente. 

Confesso que só acompanhei o programa na íntegra, na edição em que a Deolinda venceu, e esta última, que deu a vitória ao Fernando Daniel.

Não vi aquela em que o Rui Drummond se sagrou vencedor, e que ainda hoje gera críticas, por a maioria achar que deveria ter vencido o Luís Sequeira. 

Vi a semifinal e a final do The Voice Kids, que deu a vitória ao Diogo Garcia.

E vi a final em que o Rui Reininho levou a melhor, com a vitória do Denis, que era o meu favorito!

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Para esta gala, decidiram juntar alguns concorrentes, das várias edições, para formar duplas. Não sei em que critérios se basearam para escolher os mesmos, mas gostava de ter visto por ali mais concorrentes. Esta dupla, em particular, não se destacou.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

O Sérgio chegou à final na edição passada. A Hélia ficou-se, se não me engano, pelos tira-teimas, nesta edição. No entanto, nesta música que interpretaram, gostei muito mais de ouvir a Hélia que o Sérgio. Concordo que poderiam cantar mais vezes juntos.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Uma dupla com o cunho Marisa Liz. Não conhecia o Luís. O Alfredo nunca me agradou muito. Mas foi uma boa dupla, gostei de os ouvir. 

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

A dupla do rock - grande momento! Gosto muito de ouvir o Pedro. O Tiago não conhecia.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Já oiço esta música há tanto tempo, e não fazia ideia de quem era o Salvador, nem tão pouco que tinha participado no The Voice. Adoro! E gostei de saber que mentora e concorrente cantaram este tema juntos.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Um momento bonito e único entre mãe e filha, mas que não correu nada bem às duas. Ou então fui eu que não gostei de as ouvir! Não é que não tenham talento ou não cantem bem. Não gostei foi da junção das vozes, e da forma comocantaram a música escolhida.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

A dupla de fadistas! Pena não ter estado a Joana Melo. Gosto mais da voz da Beatriz, embora a Sónia pareça sentir mais o fado, e passar isso para o lado de cá.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

No momento em que esta dupla actuou, andava eu a ver outras coisas, pelo que só consegui ouvir. Quando terminaram, pensei "muito bom!". Que poderosas estiveram estas duas meninas! Para mim foi das melhores da noite.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Soraia e David - uma boa dupla de cantores e bailarinos, que deram show no palco do The Voice. Nesta música, não deu tanto para mostrar os dotes vocais de ambos, mas foi um bom momento, no todo.

 

 

 

Foto de The Voice Portugal.

 

Nesta gala tivemos também direito à actuação da Aurea, a única mentora que ainda não o tinha feito nesta edição. Confesso que gosto mais de ouvi-la nestes temas com mais ritmo.

 

 

Na hora de decidir qual a dupla vencedora, depois de os mentores terem elegido as duas melhores da noite, o público entrou em acção. 

Segundo parece, tinham dois finais gravados, uma para cada dupla e, consoante os votos que obtivesses na noite em que foi para o ar a gala, exibiriam o que correspondesse à dupla vencedora. 

Ainda assim, tenho para mim que queria dar uma vitória à Marisa, desse por onde desse, e esta foi a forma que encontraram de o fazer :)

 

 

Imagens The Voice Portugal

Pequenos Gigantes com grandes talentos!

 

E muita polémica também!

Ao que parece, e depois de ter sido anunciado, talvez por se tratar de crianças e pelo horário tardio, que as galas seriam gravadas e não em directo. Segundo dizem, as gravações chegaram mesmo a ser feitas e tudo estaria a postos para a estreia, em Setembro.

Mas a verdade é que o programa estreou ainda em Agosto, e com galas em directo, com outras crianças que não as que gravaram anteriormente, revoltando tanto as ditas crianças que foram deixadas para segundo plano, que é como quem diz, para uma possível próxima edição (se a houver), como os respectivos pais, que acusam a produção de não pensar nos mais novos, nem os respeitar.

Apesar de tudo isto, e polémicas à parte, a verdade é que alguns destes pequenos gigantes possuem mesmo um grande talento, e atrevo-me a dizer que 2 ou 3 deles dão "baile" a muitos adultos, tanto no canto, como na dança!

O que é pena é que nem sempre estes talentos sejam aproveitados e explorados (no bom sentido), acabando por cair no esquecimento passada a "época alta" do programa. 

É certo que são apenas crianças, mas com a formação adequada, a oportunidade certa e o investimento no seu dom, dariam, certamente, mais tarde, grandes artistas de qualidade que tanta falta fazem, em detrimento daqueles cujo talento falta, mas têm a sorte de vender música para as massas.

Sobre o programa em si, tenho a dizer que não percebo qual o critério usado para algumas das pontuações atribuídas pelos jurados, já que vi crianças com óptimas actuações levarem menos pontuação que outras que não se destacaram tanto. Mas o ditado é bem antigo "mais vale cair em graça, que ser engraçado". Ainda assim, de uma forma geral, a escolha dos concorrentes tem sido justa.

No entanto, na minha opinião, tanto os pais como as crianças que concorrem a este tipo de programa, devem estar psicologicamente preparados para o tipo de formato do programa, para as regras, para saberem ouvir as críticas, e aprenderem a lidar com o "não". Penso que deve vir, também dos pais, o incentivo para os filhos seguirem o seu sonho mas, ao mesmo tempo, a desdramatização quando não são escolhidos, fazendo-os compreender que isto é apenas um programa de televisão que não determina, necessariamente, o fim do sonho, nem tão pouco, a falta de talento para aquilo que gostam.

Quanto menos peso e responsabilidade sentirem em cima dos ombros, melhor correrão as coisas, e melhor saberão acatar as escolhas, sem pressão nem drama. Não é muito saudável ver ali crianças a chorar, só porque não foram escolhidas. Ou a querer desesperadamente ir ter com a mãe ou o pai. 

Em relação à apresentação, não sei se me agrada muito a Fátima Lopes como apresentadora deste tipo de programa. Por um lado, ela é muito "querida" para as crianças e tenta colocar-se ao mesmo nível que eles mas, por outro lado, há ali qualquer coisa que ainda não me convenceu totalmente. Tal como não me agrada muito a Rita Pereira como jurada.

Já com as saídas do David Carreira, fartei-me de rir! E gostei muito da forma como ele comentou cada actuação. Aqui por casa até lhe mudámos o nome para David 8 e meio, pelo facto de ser quase sempre essa a pontuação dada por ele! 

Por último, é de realçar o facto de o Manuel Luís Goucha ter explicado aos mais pequenos as respostas correctas do desafio dos mini talentos, porque é importante que as crianças, não só percebam se acertaram ou erraram, mas aprendam coisas novas e adquiram conhecimento.

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP