Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Contradições médicas #2

Resultado de imagem para pílula cerazette

 

A pílula provoca quistos nos ovários:

 

Efeitos colaterais do Cerazette

Cefaléia
Aumento de peso
Dor nas mamas
Náusea
Sangramento irregular
Amenorréia
Acne
Alterações de humor
Diminuição da libido
Vaginite
Dismenorréia
Cistos ovarianos
Vômitos
Alopecia
Fadiga
Dificuldades em utilizar lentes de contato
Exantema (rash)
Urticária
Eritema nodoso

 

Para eliminar os quistos nos ovários, os médicos recomendam a toma da pílula!

 

"Quando estiverem em causa quistos pequenos e persistentes (ovários multifoliculares), está indicada a utilização de contraceptivos orais (pílulas) para controlar a actividade dos ovários e, consequentemente, levar à diminuição dos quistos."

 

Em que é que ficamos?

O profissional e o bom profissional II

O profissional:

- acompanha a utente e diz-lhe o que tem que fazer para medir a tensão

- informa a utente que a sua tensão está um pouco descontrolada, que não é nada perigoso mas que, de qualquer forma, deve consultar o médico

- vai confirmar com a colega a informação

 

O bom profissional:

- acompanha a utente e mede-lhe a tensão

- antes, porém, pergunta-lhe se nos últimos dias tem tomado alguma medicação

- explica-lhe que, apesar de naquele momento a pressão arterial se encontrar já com valores normais, os sintomas descritos podem perfeitamente ser do efeito da medicação que, apesar de já não ser tomada, ainda se encontra presente no sangue

 

E assim chego à conclusão que a causa de todos os meus males foram os malditos comprimidos que aquela médica (que por sinal foi a que andou a empatar a minha tia, que acabou por falecer de cancro) me receitou!

Chego à conclusão que, se mais alguma vez tiver o azar de ser atendida por essa médica, nunca mais compro nada do que ela me receitar!

E, para que não aconteça a mais ninguém aquilo que se passou comigo, aconselho-vos a todos a lerem os efeitos indesejáveis constantes da bula dos medicamentos, nomeadamente, do FLEXIBAN!

Ora vejam:

Efeitos Colaterais Mais Frequentes - sonolência, secura de boca, tonturas - confere

Efeitos Colaterais Menos Frequentes - entre outros, arritmias, insónia, depressão, ansiedade, dor gastrointestinal, sede, obstipação, dor abdominal, poliaquiúrias, sabor desagradável, visão turva, mal estar, fraqueza/fadiga - confere

Posto isto, prefiro aguentar as dores do que ficar ainda mais doente do que estava!

  • Blogs Portugal

  • BP