Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Há pessoas com uma grande lata!

Imagem relacionada

 

Hoje de manhã, a chegar ao meu trabalho, o meu marido viu um lugar livre, e estacionou.

O condutor que vinha atrás também queria ali estacionar, e parou atrás de nós, enquanto o meu marido fazia a manobra.

O espaço, com jeito, dava para 4 veículos, mas o da frente deixou algum espaço à sua frente, logo, depois de estacionarmos, o espaço ficou escasso.

Mas o dito senhor não desistiu, e pediu ao meu marido se podia chegar o carro um pouco à frente. O meu marido chegou um pouco. Não dava.

O senhor insistiu que chegássemos o carro mais à frente. O meu marido respondeu que não podia chegar muito mais, senão corria o risco de o da frente lhe bater, ao sair, e de ele próprio não conseguir sair, ficando entalado entre os dois.

O senhor não mudou de ideias. Pelo contrário, disse que não havia problema porque não iria demorar muito, era só ir ao café.

Enquanto o meu marido chegava à frente uns milímetros eu, cá fora, disse ao homem que tinha mais à frente um espaço para estacionar que é para os utentes da farmácia. Se era assim tão rápido, podia lá parar.

Respondeu-me que não podia andar muito!

 

Para não dizer alguma coisa de que me arrependesse, perante este comentário e a insistência em colocar o carro entre o nosso e o de trás, sem espaço para isso, mesmo que lixasse toda a gente, fui embora, e o meu marido seguiu para o café.

 

Uns minutos depois, o meu marido viu outro carro lá estacionado, e o homem a vir de outro lado!

Afinal sempre pode andar mais uns metros!

Finalmente uma coisa bem feita!

Resultado de imagem para pinos metalicos nos passeios

 

Sempre aprendi que a estrada é para os carros, e o passeio para os peões.

No entanto, isso é algo que parecia já ter caído em desuso, uma vez que, a caminho da escola (e não só) o que mais apanhávamos pelo caminho era carros estacionados no passeio, enquanto os pais deixavam os filhos na escola ou na creche. 

Não foram raras as vezes em que nos tivemos que desviar desses carros, e ir para a estrada, ora porque estavam a ocupar o passeio todo, ora porque estavam de portas abertas, a tirar carrinhos ou a arrumar cadeirinhas ou, simplesmente, à espera que os filhos saíssem do carro.

Agora, finalmente, tomaram uma atitude e acabaram com esta situação!

Para evitar esse abuso, colocaram pinos metálicos ao longo do passeio. Que maravilha! Já faziam falta. 

Obrigada a quem teve essa brilhante ideia. Mais vale tarde que nunca. 

E, agora que já tomaram a iniciativa naquele passeio, podem-no fazer nos restantes.

  • Blogs Portugal

  • BP