Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Para ver quando não há mais nada para ver!

 

Foi esta a frase que mais disse um dia destes ao meu marido, quando estávamos a ver trailers de filmes que nos pudessem interessar!

O meu marido punha um, perguntava-me o que eu achava e eu respondia "é bom para ver naqueles dias em que não há mais nada de jeito para ver!".

A seguir, outro, e a mesma resposta. Mais um, e resposta igual!

Diz-me ele então: "Dizes o mesmo para todos! Mas afinal o que é isso de ser bom para ver quando não há mais nada para ver?".

Pois bem, é difícil explicar, mas vamos lá ver se me faço entender: eu gosto de um determinado tipo de filmes - com muita acção, suspense, um bom romance, entre outros. Nem sempre dão bons filmes, ou bons filmes para o meu gosto, na televisão.

Nessa altura, se me está mesmo a apetecer ver um filme, existem alguns que se enquadram nessa expressão, ou seja, apesar de não serem bem o meu género, nem nada de espectacular ou emocionante, até se vêem quando não há mais nada para ver ou fazer.

E depois, há aqueles que nem pensar em vê-los! Ainda no outro dia me pus a ver o Locke, e ao fim de 10 minutos desisti! Mais de uma hora de filme com um homem ao volante e a falar ao telemóvel (sei disso porque andei o filme todo para a frente)? Tenho mais que fazer! 

 

 

 

Podia ser pior!

 

Resultado de imagem para podia ser pior

"Há portugueses sem dinheiro para medicamentos, mas podia ser muitíssimo pior.", afirma o ministro da saúde, Paulo Macedo!

 

Há quem não se canse de nos dizer que devemos valorizar as coisas boas da vida, que devemos tentar ver sempre o lado positivo das coisas.

Assim, as pessoas mais dadas ao positivismo, passaram a adoptar aquela já conhecida expressão "podia ser pior"!  O pior, é que quando não somos assim tão positivos, alguém o é por nós!

Ah e tal, o meu ordenado mal chega para pagar as contas. Calma. Podia ser pior! Podias não ter trabalho.

Ah e tal, tive um acidente e fiquei sem carro. Menos mal. Podia ser pior! Antes sem carro que sem vida.

Ah e tal, ando aflita das costas. Não te queixes. Podia ser pior! Podias ter partido um perna.

E por aí fora!

Ora, isso já todos nós já sabemos - que determinadas situações poderiam ser (ou ter sido) piores. Mas por que raio havemos de nos conformar e ficar felizes com coisas que, não sendo absolutamente terríveis, também não são boas?

Uma coisa é rirmo-nos de nós próprios e fazermos humor com as nossas desgraças (muitas vezes para disfarçar o desespero ou a tristeza). Outra, é virem meia dúzia de gatos pingados fazê-lo por nós, a querer tapar o sol com a peneira, a querer minimizar, a tentar dizer-nos que somos pessoas pobres e mal agradecidas! 

Por isso, a este ministro da saúde, e a todos aqueles que vierem com essa expressão, só me apetece responder: "Sim, podia ser muitíssimo pior! Mas também podia ser muitíssimo melhor!"

 

 

Reflexão "bloguística" sobre o 25 de Abril

 

Se não tivesse ocorrido a revolução do 25 de Abril em 1974, hoje, eu e muitos dos meus companheiros da blogosfera, veríamos as nossas opiniões censuradas, os nossos posts cortados e, até mesmo, os nossos blogs banidos.

E, em vez de estarmos a usufruir da nossa conquistada liberdade, enquanto vamos escrevendo o que nos vai na alma, o mais certo era estarmos confinados a uma cela, como punição por tal atrevimento.

   

Factos curiosos sobre a Primavera

 

- Este ano, chega a 20 de Março (hoje), às 16h57m;

 

- O início da estação difere, de ano para ano, devido ao alinhamento da terra em relação ao sol, e também porque a terra não é um círculo perfeito nem o seu movimento é igual. Assim, a hora do início do equinócio da primavera depende desses ajustamentos devido ao eixo de rotação do planeta. (Acontece o mesmo nas outras três estações);

 

- No século XXI só houve dois anos em que o equinócio de Março aconteceu no dia 21 (2003 e 2007). Nos demais, o equinócio tem ocorrido em 20 de Março. Prevê-se que, a partir de 2043, passe a haver anos em que o equinócio aconteça no dia 19;

 

- Nos próximos anos, o equinócio da primavera será, igualmente, a 20 de Março, respectivamente às 22h45m em 2015, 04h30m em 2016 e 10h28m em 2017;

 

- Enquanto que ao hemisfério norte chega a primavera, o hemisfério sul recebe o outono. Em setembro, dá-se o processo inverso; 

 

- A palavra deriva da expressão em latim "primo ver", ou primeiro verão;

 

- Está associada aos dias de sol, ao renascer da natureza e ao calor, assim como às alergias provocadas pelos pólenes;

 

- É uma das formas de determinar a Páscoa, que é marcada para o domingo que se seguir à primeira noite de lua cheia, após o equinócio;

 

- Em Portugal, os dias vão ficar maiores à razão de um minuto em cada 24 horas;

 

- No hemisfério sul, na cidade de Ushuaia, Argentina, uma das mais a sul do planeta, o sol vai nascer às 10:30 e pôr-se às 22:46;

 

- No ponto mais setentrional (a norte), numa pequena localidade da ilha de Spitsbergen chamada Longyerbyen, o sol nasce às 04:52 e põe-se às 17:21;

 

- Este ano, a Primavera vem acompanhada de nuvens, frio e chuva :(

 

 

Os Beppe Grilos de Portugal


"Beppe Grillo? 'Nós já temos um palhaço. Chama-se Cavaco Silva" - afirmou Miguel de Sousa Tavares, em entrevista ao Jornal de Negócios, quando lhe perguntaram se temia que aparecesse algum palhaço aqui. 

 

Foi atrás da pergunta, diz ele, mas já se arrependeu! Acontece a todos, Sr. Miguel! As palavras saem desgovernadas pela boca num momento, e no outro estão estampadas na primeira página de um jornal.

Agora, arrisca-se a ser condenado por crime de ofensa à honra do Presidente da República. Foi o próprio presidente que requereu a análise das afirmações ao Procurador Geral da República.

E pergunto-me eu se, pela lógica, não teriam que ser analisados, à luz da mesma lei, programas televisivos como o Contra Informação, Contrapoder e outros em que, nitidamente, se goza com os governantes do país, incluindo o Exmo. Sr. Presidente Aníbal Cavaco Silva.

Ou quem sabe todos os blogs, plataformas e sites na internet onde o que não faltam são declarações semelhantes ou bem mais graves à sua pessoa.

Somos uma democracia, temos direito à liberdade, e liberdade de expressão, de "exprimir e divulgar livremente o nosso pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio", sem impedimentos nem discriminações, sem censura. Mas, se o fizermos, arriscamo-nos a cometer infracções que acabam condenadas como crimes de ofensa.

Afinal, liberdade é, também, e acima de tudo, possibilidade de escolha: escolher se, quando e em que contexto e circunstâncias podemos ou devemos dizer o que nos vai no pensamento para todos verem, ou simplesmente, guardar para nós.

E há tantos Beppe Grilos neste país!  

 

  • Blogs Portugal

  • BP