Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Os Bridgerton - Felizes Para Sempre

Resultado de imagem para os bridgertons felizes para sempre

 

Depois de uma colecção de 8 livros, dedicados a cada um dos filhos de Violet Bridgerton, chegou o último dos últimos, aquele que mostra o que ficou por ver em cada uma das histórias anteriores, e ainda como tudo começou, com a história da própria Violet, com aquele que viria a ser o pai dos seus filhos, e único companheiro de toda uma vida.

 

Confesso que foi bom recordar e dar continuidade ao percurso daquelas personagens, umas mais fortes que outras, mas preferia que este livro fosse mais centrado na Violet, e não apenas umas páginas. Até porque ela era uma menina bem temperamental e de pelo na venta, e gostava de a ter conhecido melhor e á forma como o romance se desenrolou, levando ao casamento e a uma legião de 8 filhos, cada um deles baptizado com nomes que seguiam a ordem do alfabeto.

 

De entre estes novos prólogos, destaco o da desforra do jogo do palamalho, e aquele em que Hyacinth descobre, ao fim de 15 anos, as joias que sempre procurou, e nunca desistiu de encontrar.

A Utopia dos Finais Felizes

 

 

Sempre adorei finais felizes, penso que como a maioria das pessoas. Tanto em livros, como em filmes, era bom saber que tudo acabava bem.

De há uns anos para cá, porém, confesso que prefiro finais surpreendentes, realistas ou não, mas que fujam ao que o espectador/ leitor esperaria ver ou ler.

Talvez porque compreendi que não existem finais felizes, ou melhor, só existem no momento em que paramos a história nessa fase.

As nossas vidas não param quando estamos bem, são feitas de ciclos, de altos e baixos, de momentos felizes e menos felizes.

Já imaginaram como seria a história depois da história? Depois do final feliz?

Claro que seria impensável um livro ou um filme ter tamanha duração, e já que a realidade é, por vezes, tão dura, porque não parar no momento certo e terminar com um “e viveram felizes para sempre”?!

 

  • Blogs Portugal

  • BP