Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

1 Foto, 1 Texto #34

20240220_124833.jpg 

 

Tal como há flores que gostam de sol, e que precisam dele para viver

Para se abrirem, e mostrarem toda a sua beleza

Também nós precisamos de bons momentos da nossa vida

De leveza, calma e descontração

 

Da mesma forma que as plantas precisam da fotossíntese, para se alimentarem

Também nós precisamos de positivismo e boa energia

Precisamos do oxigénio que elas nos dão

Da serenidade que nos transmitem

 

Por isso, quando há "sol", tudo se parece conjugar

Tudo corre melhor

Tudo parece mais promissor, mais simples, mais bonito

E o que era negativo fica para trás

 

Mas o "sol" nem sempre está presente

E, quando ele se ausenta, as flores voltam a fechar-se em si mesmas

A energia desaparece, e dá lugar ao cansaço

E volta a realidade que, por algum tempo, nos permitimos esquecer

 

 

Texto escrito para o Desafio 1 Foto, 1Texto 

1 Foto, 1 Texto #32

Bem-vindo Março.jpg

 

Chegou Março...

 

Com ele, vem a Primavera.

Uma nova mudança da hora, e os dias a crescer.

Vem a natureza mais florida, a regenerar-se, e a dar início a um novo ciclo.

 

Vem a Páscoa.

E outras tantas celebrações.

 

Vem a promessa de melhor tempo. Ou talvez não...

E de melhores tempos... Quem sabe uma esperança enganadora, mas sentida.

 

Ainda "ontem" começava o ano, e já chegámos ao terceiro mês.

A partir daqui, é ver o tempo a passar ainda mais depressa.

E, quando dermos por isso, já é Verão!

 

 

Texto escrito para o Desafio 1 Foto, 1Texto 

 

1 Foto, 1 Texto #8

20230913_135443cópia.jpg 

 

Lá...

Por entre o mesmo cenário de sempre

Eis que ela surge, e se destaca 

 

Lá... 

Onde tudo está parado

Eis que ela chega, e agita tudo e todos ao seu redor

 

Lá...

Onde nada se passa

Eis que ela se movimenta, e faz a diferença

 

Por vezes, é preciso combater o marasmo em que a vida se torna

É preciso revolucionar

Remar contra a maré

Contrariar os ventos

Nem que seja por breves instantes

 

Para ganhar um novo ânimo

Um novo fôlego

Um novo alento

 

Lá...

Por entre a apatia, o conformismo, a resiliência

Eis que ela surge

 

Ela...

A que chamam esperança! 

 

Texto escrito para o Desafio 1 Foto, 1Texto