Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Problemas com o fornecimento do gás

Botijão de Gás 13kg Preço | Botijão de gás, Gases, Montagem de fotos  molduras

 

Há por aqui uma loja na qual se pode comprar, para além de electrodomésticos e artigos para a casa, gás engarrafado. E entregam em casa.

Evita-nos ter que andar com garrafas "às costas", de casa para o carro, e a reboque, deste para os hipermercados.

Podemos encomendar por telefone, eles entregam, e depois pagamos. Ou podemos ir à loja, pagar, e depois levam a casa.

 

Na segunda-feira fui à loja, à hora do almoço. 

Disseram-me que não garantiam a entrega para aquela tarde. Sem stress. Podia ficar para o dia seguinte, que é o que fazem quando já não podem no próprio dia.

Não entregaram naquele dia. Voltei a pôr a bilha dentro de casa. Na terça, pus na rua. Ao final do dia, não tinha a nova.

 

Ontem de manhã, liguei para saber o que se passava.

Segundo me informaram, não tinham indicação de que tivessem ficado entregas pendentes, mas iam ver a situação e, ainda nesse dia, resolveriam o problema.

Quatro da tarde, e ainda nada. Voltei a ligar. Disseram que ainda era cedo, mas para estar descansada, que seria entregue.

Dali a pouco, ligam-me da loja.

Queriam saber se eu estava em casa porque o distribuidor queria falar comigo. 

Respondi-lhe que não. Mas que a garrafa estava na rua, podiam ir lá.

Ah e tal, é que ele diz que deixou lá o gás na 2ª feira

"Deve ter deixado tanto como da outra vez, que também dizia que o tinha feito e não tinha deixado nada. Se tivesse lá deixado, tinha levado a vazia, certo? Ou era algum ladrão que ia lá buscá-la, deixando uma vazia em troca?"

Pediu desculpa, e disse que ia ver com o distribuidor. Que provavelmente ele teria ido fazer entregas nessa rua, e estava a fazer confusão.

 

Às 18h, já lá estava a garrafa cheia.

Ora, se eles tivessem razão, iam lá deixar outra?

Já é a segunda vez que me fazem isso. Não entregarem e, depois, dizerem que lá foram.

Estão a passar-me um atestado de estupidez, só pode!

Já parecem os funcionários dos CTT, quando deixam aviso a dizer que não estava ninguém em casa, e nem sequer bateram à porta, ou tocaram à campainha.

 

 

Da descida do preço do gás

Gás de garrafa | Casa Galp

 

Tenho uma pontaria incrível!

Na passada 5ª feira encomendei uma garrafa de gás.

Nesse mesmo dia, ouço falar sobre a baixa de preços no mesmo.

Fico na expectativa, para saber se já vou pagar o novo preço, até porque entregaram o gás, mas esqueceram-se de deixar a factura.

No domingo, vi que já a tinham deixado na caixa do correio.

O mesmo preço de sempre.

Vou pesquisar o despacho. Foi publicado na sexta, dia 17, e só entra em vigor, três dias depois da publicação, pelo que percebi.

E pronto, lá tive que pagar quase 30 euros, quando poderia ter poupado uns euros!

 

Um azar nunca vem só

Resultado de imagem para ataque de nervos

 

Como um azar nunca vem só, depois do problema com os CTT Expresso, chegou a vez da Coprel.

Comprei ontem uma garrafa de gás na loja, que ficaram de entregar à tarde. Não o fizeram.
Hoje, ao ligar para lá, informam-me que a entrega foi feita!

 

Ah sim? E foi feita onde?
Na minha casa não foi, porque quando cheguei à noite, a garrafa vazia, continuava lá, à espera da troca.

Ficaram de ir ver...

Aguardam-se os próximos capítulos!

 

Novo prazo para a liberalização de gás e electricidade

Resultado de imagem para gás e luz

Se ainda não mudaram para o mercado liberalizado de gás e electricidade, têm agora até 31 de Dezembro de 2017 para o fazer.

Antes da formalização deste adiamento, quem tinha potências de electricidade contratadas iguais ou superiores a 10,35 kVa e/ou consumos de gás iguais ou superiores a 10000 m3 anuais, teve de procurar um fornecedor alternativo até ao final de 2014.

Já para aqueles que tivessem uma potência de electricidade e consumos de gás inferiores aos atrás referidos, o prazo era até 31 de Dezembro deste ano para fazer a transição.

Artur Trindade, que assina esta portaria, afirma que a transição "está a correr bem porque as pessoas estão a sair do mercado regulado".

Eu fui uma das que já procedeu a essa alteração, há pouco mais de um mês. No meu caso, só no respeitante à electricidade, e não houve dúvidas quanto à empresa fornecedora. Era só uma questão de tempo.

Mas todos aqueles que ainda têm dúvidas, que não sabem qual a melhor opção para o seu caso, que ainda nem pensaram no assunto ou que gostam de deixar para o fim a mudança, têm agora mais dois anos para fazer a alteração!