Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Fenómenos estranhos que me acontecem

Resultado de imagem para desenhos de telemoveis

 

Sabem aquelas alturas em que andamos com relógio no pulso e, quando vamos ver, tem os minutos adiantados, ou atrasados? E mesmo depois de acertarmos, volta a fazer o mesmo?

 

Pois...

 

Eu não uso relógio, utilizo sempre o telemóvel para ver as horas. E não é que o raio do telemóvel me anda a fazer o mesmo?!

Eu a achar que estava adiantada, e a guiar-me por esse suposto adiantamento para chegar a horas, e afinal já estava atrasada.

Só dei por isso hoje de manhã. Acertei as horas, colocando os tais minutos de adiantamento e, adivinhem...

Cheguei ao trabalho, e já tinha atrasado novamente!

 

Tantos telemóveis que já tive, e é o primeiro que me faz isto. Aliás, nunca eu imaginei que um telemóvel pudesse fazer tal coisa. Só a mim, mesmo...

 

Vamos ver quanto tempo dura agora, mais uma vez acertado.

Procurar trabalho estando a trabalhar

Resultado de imagem para procurar trabalho

 

Sem horário definido, podendo estar hoje num sítio, amanhã noutro, sem folgas e a trabalhar 10 a 12 horas por dia, é complicado arranjar um novo trabalho.

É quase como a pescadinha de rabo na boca.

A pessoa está farta daquele trabalho/ horário, e quer mudar. Por isso, candidata-se a outros trabalhos, uma vez que só poderá sair de onde está, com garantia de novo trabalho. Mas, como está a trabalhar e nunca sabe o seu horário, ou porque está a fazer as tais 10/12 horas, quando lhe marcam as entrevistas, ou não consegue confirmar, ou simplesmente não pode ir, anulando qualquer hipótese, o que a faz ter que se aguentar com o que tem. 

Ou, então, toma a atitude drástica de sair do actual trabalho, sem qualquer garantia, porque só assim terá tempo para poder procurar algo melhor. Mas terá que se mentalizar que, no final do mês, o ordenado habitual não estará lá, e a sua situação vai ficar pior do que estava, mesmo não recebendo o ordenado justo pelo trabalho que faz.

 

Quando o despertador não toca...

Resultado de imagem para despertador desenho

 

...o corpo é que paga!

 

É suposto levantarmo-nos, no máximo, às 7 horas, para as 08h/ 8h10m sair de casa.

Hoje, o despertador não tocou. Estava acordada, mas estava à espera que tocasse. Como estava a demorar, lembrei-me de ver as horas.

Eram 7h20m!

Chamei logo a minha filha e disse-lhe para se despachar, que eu ia fazer o mesmo.

Entre a higiene, o vestir, comer, tratar das gatas, fazer a cama, e ainda fritar douradinhos para o almoço, conseguimo-nos despachar até uns minutos antes do habitual, e deixei-a mais cedo que o costume na escola.

 

Na brincadeira, até lhe disse: se calhar o melhor é começarmos a acordar sempre a esta hora!

Ler um livro de 400 páginas em poucas horas é possível?

 

Sim, é possível!

Não é fácil um livro tão grande conseguir segurar e motivar o leitor em cada página que lê, mas a Sandra Brown tem esse efeito sobre mim.

Ninguém consegue ter aquela capacidade de manter o suspense, e fazer-me querer ler mais e mais e mais, porque a cada novo capítulo há uma surpresa guardade para mim. Deve ser por isso que não perco nenhum dos livros da Sandra Brown, e estou sempre à espera do próximo!

Sim, as histórias podem partir todas da mesma premissa: uma mulher que será a possível vítima, um homem que nos dá todos os motivos para acreditar que é ele o criminoso, mas que acabamos por descobrir que não, e alguém que nunca desconfiámos acaba por ser o verdadeiro culpado. O salvador, quase sempre não se pode, ou não se quer, envolver com a mulher que tenta proteger, mas acaba por fazê-lo. A mulher, apesar de todas as aparentes evidências, ainda assim acredita neles e sente-se mais segura ao seu lado. Quase sempre, este homem desaparece por uns tempos, deixando o romance em supenso, mas volta nas linhas finais para ficar com a mulher.

Mas, ainda assim, gosto de ler Sandra Brown, e deliciar-me com as voltas e reviravoltas que ela dá às suas histórias, e que nos prendem a cada uma das páginas, até ao desfecho.   

Coisas que só me acontecem a mim IV

 

Num dia, acordar com o despertador a tocar às 6 horas, e perguntar-me por que raio está a tocar tão cedo? Depois lá me lembrei que tinha razão, sim senhor. Estava a tocar a essa hora porque está programado para isso nesses dias em que a minha filha entra mais cedo na escola e, por isso, também eu tenho que me levantar mais cedo.

No dia seguinte, desligar o despertador, adormecer, acordar e ficar à espera que ele toque a segunda vez. Como estranhei nunca mais tocar e parecer ter passado tanto tempo, decido olhar para o telemóvel para ver as horas. E levantei-me mais depressa que um foguete! Tinha que me ter levantado quase uma hora antes! O que vale é que, a correr, consegui despachar-nos a tempo e horas!

  • Blogs Portugal

  • BP