Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Perfumes originais versus Imitações

Resultado de imagem para perfumes

 

Já não é a primeira vez que me interpelam na rua, no local de trabalho ou até em clínicas, com o objectivo de me apresentar e tentar vender perfumes que imitam os originais das marcas mais conhecidas.

Ontem, foi a vez de uma senhora que, achando-me com cara de quem estava a precisar de um novo perfume, me interpelou para mostrar as novidades.

Mostrou-me um, que não conhecia, mostrou-me outro, parecido com um que já usei, e ela ficou surpreendida com os meus conhecimentos (se há coisa que não sou minimamente perita, é em perfumes)!

A seguir, um terceiro, para mulher - imitação de Light Blue, Dolce & Gabbana. Nada a ver! 

 

- "Não acha parecido? Eu tenho um original em casa, e acho-os quase iguais!", diz a senhora.

- "Pois, eu também tenho um original em casa, é o meu perfume preferido, e o cheiro deste é muito diferente!", respondi-lhe eu.

 

Não se dando por vencida, mostra-me então outras três amostras para homem. No fim, diz-me:

 

- "Com tantos perfumes, já a deixei confusa! Qual é que gostou mais?"

- "Gosto mais dos meus, que tenho em casa!", rematei eu.

 

 

 

Resultado de imagem para perfumes originais e imitações

 

Não sou nenhuma maníaca por perfumes. Sou até muito selectiva, e quase nenhuns me agradam. Mas, quando descubro um que gosto, não o largo. Até ao dia em que o deixarem de produzir (algo que tem acontecido com os meus escolhidos).

Assim, não gasto muito dinheiro em perfumes, até porque um frasco médio dá-me quase para todo o ano. Mas, podendo, prefiro gastar mais por um perfume original, do que por uma económica imitação.

 

Porquê?

Os perfumes originais tem uma longa duração - coloca-se de manhã, e nota-se o cheiro ao longo do dia.

As imitações, ao fim de uma ou duas horas, já não se notam.

 

Raramente as imitações têm exatamente o mesmo odor dos perfumes originais. Se passarmos por alguém que usa um determinado perfume original, e que nos conheçamos, passamos por essa pessoa e somos capazes de afirmar que perfume está a usar.

Com uma imitação, não sendo o odor 100% fiel ao original, não se percebe muito bem que perfume será.

Além disso, sendo uma imitação com um preço tão reduzido relativamente ao original, nem sempre a qualidade será a melhor, o que pode, em algumas pessoas, provocar alergias ou outros tipos de reacção.

 

Se o preço compensa?

Talvez...Se a pessoa gostar daquele odor, independentemente do que está a tentar imitar, e não puder comprar um original, mais caro, sim.

Mas se tiver que usar o dobro ou o triplo da quantidade para obter o mesmo efeito que um original, acabará por gastar mais depressa um frasco, e ter que comprar mais, o que pode não justificar.

 

E por aí?

Costumam comprar imitações? Ou preferem originais?

Qual é a vossa experiência com estes dois produtos - originais e imitações?

 

 

A Tua Cara Não Me É Estranha - Final

Atrevo-me a dizer: estavam à espera que o programa chegasse ao fim, para darem "show"?!

Ou esta gala foi a prova de que os artistas e múscicas que calham aos concorrentes não os favorecem em nada?

 

 

Sem Título7.jpg

O David Antunes escolhe Joe Cocker, e surge irreconhecível, e irrepreensível na sua imitação, mostrando mais uma vez porque foi um dos finalistas e favoritos à vitória.

 

 

Sem Título2.jpg

Outro concorrente que também se transformou por completo e que, se eu não tivesse visto, não faria a mínima ideia de quem era, foi o Sérgio, com o seu Stevie Wonder!

 

 

Sem Título1.jpg

E o que dizer da Melânia Gomes, como Amália?! Houve momentos em que parecia que estava a ver a própria! Uma das melhores imitações da Melânia, sem dúvida.

 

 

Sem Título.jpg

Outra concorrente que deu tudo nas últimas galas, e nesta não foi diferente, foi a Marta Andrino. Desta vez, escolheu Lorde para imitar, e mostrou o que vale.

 

 

Sem Título5.jpg

Jorge Mourato escolheu David Bowie, e fez uma excelente imitação, em termos de timbre, muito parecido com o original. 

 

 

Sem Título4.jpg

Darko optou por Jeff Buckley que, confesso, nunca vi nem ouvi, mas gostei de o ver.

 

 

Sem Título3.jpg

Sem Título6.jpg

As imitações que não me convenceram mesmo foram as da Carolina Torres e da Maria Sampaio.

 

 

Sem Título8.jpg

E o vencedor foi: David Antunes!

 

 

Sem Título9.jpg

Confesso que estava à espera que a Alexandra votasse no Darko. Relativamente aos restantes jurados, imaginei que escolhessem o David, que mereceu esta vitória, não só pelo excelente trabalho, como também pela humildade com que sempre encarou este programa.

 

 

Imagens www.tvi.iol.pt/programa/a-tua-cara-nao-me-e-estranha/

A Tua Cara Não Me É Estranha - Gala de Natal

Sem Título.jpg

 

No passado fim-de-semana, aquele que é "o seu programa de sábado à noite" mudou-se, estrategicamente, para a noite de domingo.

Numa gala especial de Natal em que, felizmente, os apresentadores estiveram mais bem comportados e contidos que habitualmente, não faltaram surpresas, bem como momentos de emoção e partilha.

 

Quando vi a transformação sofrida pelo FF para interpretar, simultaneamente, Natalie Cole e Nat King Cole, pensei que fosse acontecer o mesmo aos concorrentes a quem calhou duetos. No entanto, aí, optaram por deixá-los convidar alguém para partilhar o palco consigo.

 

Para mim, os momentos altos da noite foram:

 

Sem Título1.jpg

A imitação do FF - não deve ser fácil imitar ao mesmo tempo duas vozes, mas foi espectacular!

 

 

Sem Título2.jpg

O dueto Andrea Bocelli e Sara Brightman- o Sérgio estava um excelente Andrea Bocelli em termos de imagem e postura, e a Romana com uma bela voz de Sara Brightman

 

 

Sem Título8.jpg

O dueto Michael Bublé e Nelly Furtado - achei a Sandra muito parecida com a Nelly, e tem uma bela voz, que desconhecia. O Darko esteve muito bem ao lado da amiga, e a sua imitação resultou.

 

 

Sem Título5.jpg

Olavo Bilac e Paulo Gonzo - Numa mistura de original e imitação, quem terá imitado melhor?! Olavo - quem o viu e quem o vê. Houve momentos em que o David pareceu mesmo o Paulo Gonzo.

 

 

Sem Título3.jpg

Miley Cirus - Não tanto pela imitação, mas pela interpretação e momento musical proporcionado pela Marta e o pai.

 

 

Os piores momentos da noite:

 

 

Sem Título4.jpg

Alicia Keys e Usher - O Gonçalo dança bem. Pode ser um bom actor (não sei porque não vejo). E, no início, também me pareceu bem na música. Mas depressa mostrou que deve deixar essa área para a namorada, embora não tenha gostado muito de a ver como Alicia. 

 

 

Sem Título7.jpg

ABBA - Não conheço o trabalho da Sissi e do Ruben, mas devem ter sido os únicos que escaparam neste quarteto. O que estava lá a fazer o Luís Jardim, já agora? Era apenas um figurante? É porque nem se ouviu um som vindo dele.

 

 

Sem Título9.jpg

Bono e Mary J. Blige - Deixaram muito a desejar, tanto uma como a outra. Não gostei.

 

 

Imagens www.tvi.iol.pt/

 

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP