Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Mau feitio

 

Sim, por vezes tenho!

Quando dou por mim, lá estou eu a reclamar por tudo e por nada. E não é que não tenha razão para o fazer. Muitas vezes tenho.

Quando dou por mim, lá estou eu a rejeitar à partida, sem margem para negociação possível, qualquer coisa que saia fora dos planos previstos.

Devia controlar mais esta impulsividade, esta inflexibilidade, esta intransigência...

Nem sempre estou bem-disposta e com paciência. Há momentos em que estou exausta e já irritada por variados motivos, e isso reflecte-se.

Volto a dizer, não é que não tenha razão. Mas essa razão deixa de ser válida quando nem me dou a mim própria tempo para pensar, e acabo por deixar aqueles que amo tristes, com as minhas decisões irredutíveis.

Se, e somente se, for possível, não prejudicar ninguém, não causar grandes transtornos, e fizer alguém feliz, talvez não seja má ideia ser mais condescendente, uma vez ou outra, para variar!

Sinceramente…

 

…gostava de ser uma daquelas pessoas para quem está sempre tudo bem, que não se deixa afectar facilmente por palavras e atitudes, preferindo antes ignorá-las, que está sempre alegre e bem disposta mesmo que a vida lhe pregue umas quantas partidas…A sério que gostava!

Mas se, por vezes, consigo mostrar esse lado, por outro sou, como se costuma dizer, uma mulher de “pelo na venta”!

E há momentos em que a paciência, a compreensão e a boa disposição hibernam. Nessa altura, ataco quem me ataca, respondo a quem me manda bocas, e digo tudo aquilo que realmente estou a sentir.

Se isso origina possíveis discussões? Sim, muitas vezes! Se as poderia ter evitado? Talvez.

Mas por que raio tenho eu que me preocupar, se as outras pessoas não pensam nisso?

  • Blogs Portugal

  • BP