Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Body Revolution Movement

Foto de Body Revolution Movement.

 

Conheci a Marta Romero no início deste ano, e foi um prazer.

A Marta é a mentora deste movimento, que pretende revolucionar a forma como vemos o nosso corpo, e realçar a beleza que existe dentro, e fora, de cada um de nós.

 

"Body Revolution Movement nasce na perspetiva criar uma mudança de paradigmas e redefinir conceitos de Beleza. A Beleza existe em todos os corpos, tamanhos, formas e medidas. 
Aceitar um corpo que é rejeitado pelos demais ou que não se enquadra nos parâmetros definidos pela sociedade atual passa pela confiança. Uma confiança que não nasce quando outros nos aceitam, mas sim quando nos sentimos bem com o nosso corpo, mesmo quando os outros não o vêm da mesma forma."


Os principais objectivos do movimento são:

Incentivar a Aceitação

Trabalhar o Positivismo

Ressaltar a Sensualidade 

Ter confiança

Obter uma linguagem positiva

Potenciar a capacidade de sentir amor

 

E, ao mesmo tempo, ensinar:

 

A viver sem juízos sobre a nossa imagem 

A amar o nosso corpo 

Habilidades que irão tornar as pessoas resistentes e inabaláveis em qualquer um dos objetivos 

A não comparar-nos com os outros constantemente

Que p corpo não é um ornamento

A ser saudável em cada peso fomentando  o emagrecimento como algo meramente relacionado com a saúde e não com a estética.

 

Ontem à tarde, e no seguimento deste Body Revolution Body, a Marta apresentou o Calendário Body Revolution 2018, que considera "uma das ações mais reivindicatórias e altruístas do movimento", composto por mulheres corajosas que posam completamente nuas, transmitindo uma mensagem clara de positivismo do seu físico, ressaltando as suas diferenças individuais.

Ao mesmo tempo, o calendário pretende ensinar e inspirar as mulheres a aceitar o seu corpo, durante os 365 dias do ano.

 

O calendário tem o valor de 8 euros. O valor angariado será revertido na totalidade para ajudar a causa do Movimento Body Revolution.

 

Mais informação em http://www.bodyrevolutions.net/body-revolution/ ou Body Revolution Movement

 

 

Na recente entrevista que deu à RCM (rádio de Mafra), a Marta afirmou que 91% das mulheres não estão satisfeitas com o seu corpo.

E deixo aqui o desafio, não só para as mulheres que seguem este blogue, como também para os homens:

 

O que menos gostam no vosso corpo, que gostariam de mudar? E o que não gostavam, mas já aprenderam a aceitar?

Músicas para inspirar o vosso verão!

 

O verão já chegou!

E, com ele, sol, praia, romance e, como não podia deixar de ser, música!

Por isso mesmo, para a edição n.º 2 da Revista Blogazine, dedicada ao verão, volto atrás no tempo e recordo algumas músicas que animaram, deram um toque especial e marcaram, de alguma forma, os verões (e não só) das nossas vidas, e as histórias que elas escondem!

Aqui ficam algumas:

 

Summer of “69” – de Bryan Adams, incluída no seu álbum Reckless, lançado em 1984. Esta canção é dedicada a Portugal, mais especificamente, ao Algarve porque foi neste ano de 1969 que o cantor veio a Portugal passar férias. Foi um dos verões mais marcantes da sua vida, como diz na sua música "those were the best days of my life"! E é daquelas músicas que, ainda hoje, passa nas pistas de dança quando o tema é música rock!

 

Endless summer nights – do cantor Richard Marx, retirada do seu primeiro álbum - Richard Marx, em 1987. A letra foi inspirada numa viagem que Richard Marx fez, com a sua namorada na altura, ao Havai, e foi escrita como um tema para o amor de verão que nem sempre dura. Mas que, aposto, serviu e ainda serve para “embalar” casais apaixonados!

 

Summer nights – do filme estadunidense de 1978, Grease, cantado por John Travolta e Olivia Newton John. Tornou-se um grande sucesso no verão de 1978, e conta a história de um caso de amor de verão entre Danny e Sandy, que termina quando Sandy volta para a Austrália com sua família, mas que ainda vai ser reatado.

 

Summer Paradise – da banda pop punk canadense Simple Plan, formada em Montreal em 1999, pertencente ao álbum Get Your Heart On, de 2011. A música foi inspirada pelo hobbie do vocalista – o surf! Como afirma Pierre Bouvier, esta é uma das músicas preferidas do álbum e que ele espera que, juntamente com o sol e o calor, faça parte do vosso verão, e vos ponha um sorriso no rosto!

 

Stay the night – do cantor James Blunt, incluída no álbum Some Kind of Trouble, de 2010. Uma música mais otimista, após uma fase em que todas as suas músicas eram tristes, e cujo otimismo e alegria se reflete perfeitamente em quem a ouve. A mim faz-me mesmo lembrar bons momentos na praia com amigos, romance, sol e férias. E anima-me logo assim que a oiço!

 

Para conhecerem a história de outras músicas como Summer rain, da cantora Belinda Carlisle, ou Eu gosto é do verão, da banda Fúria do Açúcar, podem espreitar a BLOGAZINE!

 

magazine-blogazine-2

  • Blogs Portugal

  • BP