Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Escrever um texto para o blog...

 

...é como escrever uma canção!

Num momento, estamos sem inspiração nenhuma. De repente, surge um tema, uma frase, uma situação, e corro a apontar a ideia antes que ela me escape porque, se assim não for, acaba por perder a intensidade do que eu pretendo transmitir. E porque, nessa altura, os pensamentos transformam-se em palavras, e as frases formam-se naturalmente.

Foi assim que foram escritos os meus melhores textos: quando tudo o que escrevi estava a ser sentido naquele momento, ainda a "fervilhar" na minha mente!

Sismo

 

Não consigo deixar de fazer esta comparação, porque a situação é em tudo semelhante.

Um sismo, de grande magnitude, atinge uma determinada localidade, sem aviso, provocando diversos estragos. Depois, não são raras as vezes que se sucedem réplicas, ainda que com menor intensidade, mas que nos voltam a deixar em alerta quando começávamos a respirar de alívio.

É assim que eu vejo a doença da minha filha. Já sei que demora até 6 semanas, já sei que é normal ainda haver manifestações.

Mas quando começo a ver as manchas desaparecer, penso sempre "talvez seja desta vez que passa"! Não precisa de durar exactamente as 6 semanas!

E, depois, quando tudo parece bem encaminhado, surge uma réplica! Volta a melhorar, torno a ter o mesmo pensamento, e lá está mais uma vez ela a marcar presença!

  • Blogs Portugal

  • BP