Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O Ídolo de Portugal 2015

 

Foi o João o mais votado da noite, e eleito Ídolo de Portugal 2015.

Se foi um justo vencedor? Tendo em conta todo o trabalho desde o início do programa, sim.

Se foi o que mais brilhou nesta gala final? Nem por isso. A Sara foi a que mais sobressaiu, a que mais se destacou e, se fosse só por esta gala, deveria ter sido ela a vencedora.

O que eu noto é que o João é pouco versátil - cantou praticamente todas as músicas parado, agarrado à sua guitarra. Já a Sara, cantou, dançou, lutou pela vitória.

Por outro lado, a mim parece-me que, se ouvir a voz do João a cantar algo, sem saber quem está a cantar, não o reconhecerei. Já a voz da Sara, é mais marcante, e mais fácil de distinguir entre várias.

Uma coisa que me fez alguma confusão foi já terem uma música preparada para o vencedor. Será que, a ser a Sara ou o Paulo o vencedor, a dita música seria para um deles? Ou teriam outra música qualquer preparada para cada um deles? Também não gostei muito de ser uma música do Diogo Piçarra. Deveria ser algo do João, com a identidade dele.

Por último, destaque para a Conchita Wurst. Independentemente do que aquela figura seja, a música que cantou é espectacular! 

 

PS.: Já agora, da próxima vez que convidarem alguém que não fala português e conversarem com essa pessoa, traduzam o que foi dito, ou então ponham legendas. Achei muito mal o João Manzarra a falar com a Conchita em inglês, e nem uma palavra para o público. Quem percebeu, percebeu. Quem não percebeu, azar. 

 

O país das Marias e dos Joões

  

 

 

Em 2013, em Portugal, Maria e João foram os nomes mais escolhidos pelos pais para registar os filhos. 

Segundo informações do Instituto dos Registos e Notariado, o pódio feminino é ocupado por Marias, Matildes e Leonores, respectivamente, nos 1º, 2º e 3º lugares.

Já no pódio do sexo oposto, os Joões destronaram os Rodrigos, que passaram para 2º lugar, mantendo os Martins a medalha de bronze.

Também de acordo com os dados deste instituto, podemos chegar à conclusão que Maria é um nome de peso - lidera a tabela feminina há 3 anos consecutivos, e intemporal - desde as trisavós às crianças de hoje, é o nome mais conhecido entre nós!

 

Aqui ficam os números:

 

Maria - 4638 registos

Matilde - 1997 registos

Leonor - 1886 registos

 

João - 1934 registos

Rodrigo - 1897 registos

Martim - 1758 registos

  • Blogs Portugal

  • BP