Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Pensamentos...

6 passos para ser menos Ansioso e parar de pensar demais sobre tudo

 

A inspiração chega- nos de onde menos esperamos e, com ela, os pensamentos.

Pensamentos que surgem de repente e, mal damos por eles, já nos fugiram…

Pensamentos que se atropelam, que tentam levar a melhor, uns sobre os outros…

Pensamentos que chegam em catadupa, e não sabemos a qual deles agarrar primeiro…

 

Há dias em que só queríamos um, e não aparece nenhum. E outros, em que são tantos e ao mesmo tempo, que ficamos com medo de perdê-los pelo caminho.

 

Nesses momentos, em que os pensamentos surgem tão de repente, e vão embora com igual rapidez, daria jeito uma máquina que os registasse e, já agora, os organizasse!

A culpa é da máquina!

Img.jpg

 

 

 

Não satisfeita com o golpe no dedo, agora lesiono o joelho.

A minha máquina de secar é de exaustão e, por isso mesmo, tenho que a ter perto da janela, para que o vapor saia pelo tubo, para a rua. Ora, como o tubo está muito curto, o espaço entre a máquina e a janela é mínimo.

Mas eu esqueci-me desse pormenor quando tive que passar pela máquina para ir à dispensa e, quando dei por isso, ao levantar a perna para passar por cima do tubo, já tinha dado uma valente joelhada no bico do tampo desta.

Na altura doeu-me, mas continuei na minha vidinha. Só à noite é que vi que, para além de uma nódoa bem negra, também tinha feito ferida!

 

 

Sobre o primeiro dia de aulas

 

Ontem foi o primeiro dia de aulas deste novo ano lectivo.

Muitas crianças e adolescentes aguardavam há muito por este dia - ou porque já tinham saudades dos colegas e dos momentos passados com eles na escola, ou porque já estavam fartos de estar tanto tempo com os pais, ou ainda porque sentiam saudades de alguns professores e disciplinas, e de aprender coisas novas.

O que é certo é que o entusiasmo do primeiro dia de aulas é notório! Todos levam mochilas novas, material para estrear, a melhor roupa para começar em grande, etc. Mas esse entusiasmo depressa irá passar, dando lugar ao cansaço e tédio provocado por uma rotina e regras a que já não estavam habituados, e ao enorme desejo que as férias de Natal cheguem depressa!

Quanto a nós, tenho a dizer que começámos este ano com novidades:

- o professor de educação física, e director de turma, reformou-se durante as férias de verão, pelo que a turma deve conhecer hoje o novo professor que, possivelmente, irá também ocupar o cargo de director de turma. Não tenho nada contra a reforma do professor, se ele quis e pode, ainda bem. Mas não ficava mal ter avisado os pais dos seus ex-alunos de que não iriam contar com ele no novo ano lectivo. Ainda há dias enviei um email, a questionar sobre a reunião do início do ano, e não obtive resposta. Agora percebo porquê! 

- não sei se por excesso de alunos, falta de espaço ou ambos, e apesar de a escola ter sido reconstruída há poucos anos, foi colocado este ano um contentor, onde a turma vai passar a ter aulas de português e história! 

- no entanto, o ponto alto do dia foi mesmo aquele em que, quando pergunto à minha filha como correu a manhã na escola, ela me responde:

"Correu bem mãe, mas sabes o que é que eles fizeram? Até ficámos parvas! Trocaram a máquina dos chocolates, por uma máquina de água!" 

Este ano lectivo promete!