Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O detergente da loiça, um desejo e um rebuçado!

Resultado de imagem para diamante rebuçados

 

Ontem, quando fui lavar a loiça do almoço, estreei o detergente com aroma a laranja. 

E veio-me, imediatamente, à memória, aqueles rebuçados "diamante", com sabor a laranja, que sempre adorei, pelo sabor ácido que têm!

Comentei com a minha filha e o com meu marido, que logo se fez ao caminho para me ir comprar os ditos rebuçados.

 

Passados uns minutos, lá chegou ele com uma embalagem de diamantes. 

Um de laranja para mim, um de tangerina para a minha filha e um de limão para o meu marido.

Soube-me mesmo bem! Deu para matar as saudades e o desejo. E ainda me atrevi com um segundo, de tangerina, que também é bastante ácido, como eu gosto.

Foi a conta certa. Já mestava a sentir o efeito do ácido na língua.

 

Dizia a minha filha:

"Oh mãe, agora cada vez que lavares a loiça, chupas um rebuçado!"

 

Respondi-lhe: 

"É melhor não, senão quando acabar a embalagem de detergente, já eu estou com diabetes!"

 

O que vale é que a embalagem é pequena e, dividindo por todos, não corro esse risco.

Mas não esperava que o meu marido fosse mesmo comprar os rebuçados.

Quem tem um marido assim, tem tudo!

O meu marido acha-me parecida com uma cabra!

 

 

 

Mas, atenção: não é com uma cabra qualquer. É uma cabra calmante!

Mais precisamente, a Lupe, do filme de animação Ferdinando 

Embora não tenha percebido muito bem a designação de cabra calmante, porque ela não tem lá muita calma.

 

 

Resultado de imagem para cabra ferdinando

 

Ferdinando não é um grande filme de animação, mas entretém. E a cabra Lupe é, sem dúvida, a minha personagem favorita, pelos momentos divertidos e cómicos que proporciona.

Quando o meu marido apanhou uma das cenas em que ela está, disse-me logo "pareces tu"!

Olhei para ele com aquela cara de "estás a chamar-me alguma coisa?!"

 

Já não bastava ser a macaca Marta, a lagarta Marta, a própria marta ser um animal, agora virei cabra?

Mas, aqui entre nós, concordo com ele!

 

As expressões que a cabra faz lembram-me as caretas que eu própria faço na palhaçada.

Tal como ela, também sou um pouco stressada quando se trata de deveres e compromissos, e gosto das coisas organizadas e feitas com tempo, para não ter surpresas.

Mas, no fundo, sou uma cabra... ups, uma Marta, simpática e amiga, que tenta sempre ajudar os outros!

 

Um ano mais velha!

Sim, no domingo passado fiquei um aninho mais velha - 36 anos!

E o meu querido marido levou-me a almoçar fora a este restaurante:

 

O Barracão, perto de Torres Vedras

e depois ao cinema para ver este filme:

 

transferir.jpg

 

À noite, já com a minha filhota, cantaram-me os parabéns e partimos o bolo!

Foi um óptimo dia, e até o sol me veio desejar um feliz aniversário!

No próximo domingo, é a vez do marido ser bebé :)

 

  • Blogs Portugal

  • BP