Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Quando o teu organismo está contra ti!

Resultado de imagem para mau feitio

 

 

O meu organismo tem um grande mau feitio, umas pancadas estranhas e, no que toca a teimosia, consegue ser ainda mais teimoso que eu!

Se está em dia sim, tudo corre maravilhosamente bem.

Mas, se me vira costas, e decide ir contra mim, não há como vencê-lo.

 

Primeiro mandou-me a constipação.

"Toma lá, para não te andares a gabar, quando toda a gente está doente, que tens escapado até aqui."

 

A constipação melhorou, mas ele não estava satisfeito e atirou novamente:

"Ah já estás melhor da constipação? Então pega lá esta indisposição e enjoos, para ver se gostas."

E assim passei toda a semana, como uma grávida, sensível aos cheiros, com o estômago a reclamar da comida toda, e com tudo a saber-me mal.

 

Mas como ainda não estava, de todo, contente com as partidas que me andava a pregar, no sábado à tarde deu o golpe de misericórdia:

"Aguenta-te com esta enxaqueca descomunal, a ver se ainda te manténs de pé."

E pronto, conseguiu atirar-me mesmo para a cama!

Ainda fiquei umas horas no sofá com as gatas ao colo, mas o som da televisão e a luz estavam a incomodar tanto, que tive que me levantar.

Só deu tempo de tomar um duche super hiper mega rápido, mal conseguindo abrir os olhos, vestir o pijama e deitar-me.

 

Passada a birra, lá fez as pazes comigo no dia seguinte, voltando tudo quase ao normal!

Mau feitio

 

Sim, por vezes tenho!

Quando dou por mim, lá estou eu a reclamar por tudo e por nada. E não é que não tenha razão para o fazer. Muitas vezes tenho.

Quando dou por mim, lá estou eu a rejeitar à partida, sem margem para negociação possível, qualquer coisa que saia fora dos planos previstos.

Devia controlar mais esta impulsividade, esta inflexibilidade, esta intransigência...

Nem sempre estou bem-disposta e com paciência. Há momentos em que estou exausta e já irritada por variados motivos, e isso reflecte-se.

Volto a dizer, não é que não tenha razão. Mas essa razão deixa de ser válida quando nem me dou a mim própria tempo para pensar, e acabo por deixar aqueles que amo tristes, com as minhas decisões irredutíveis.

Se, e somente se, for possível, não prejudicar ninguém, não causar grandes transtornos, e fizer alguém feliz, talvez não seja má ideia ser mais condescendente, uma vez ou outra, para variar!

  • Blogs Portugal

  • BP