Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Algures, entre a geração jovem e a geração sénior

27_02_07_2018_Diferentes-Gerações_Como-integrar1

 

Matematicamente, em termos de idade, estou ali a meio caminho entre os jovens e os séniores.

E noto que, quanto mais os anos vão passando, mais me afasto de alguns dos pensamentos e hábitos dos jovens, sem ainda estar perto dos da geração sénior, mas a caminhar para lá. Ou seja, também estou ali pelo meio.

Ainda há uns tempos me perguntava se a tendência era para pensarmos e agirmos, à medida que envelhecemos, da mesma forma daqueles, cujos pensamentos e acções, antes, criticávamos, quando éramos mais novos?

Começo a convencer-me que, em muitas coisas, sim!

 

Ainda a meio do livro?!

eWIZV.png

 

 

Estou a ler um livro de quase 500 páginas.

Um daqueles livros que, mal li a sinopse, disse logo que ia gostar de certeza!

Comecei a lê-lo ainda antes das férias de verão! O entusiasmo foi-se. A cada página que virava, menos me apetecia ler.

Depois, um pouco por falta de tempo e porque, só de pensar no livro, não me apetecia nada pegar nele, foi ficando na estante.

Há poucos dias, enchi-me de coragem. Voltei a lê-lo, do ponto onde tinha parado.

À semelhança da própria história - uma investigação que parece estagnada, sem qualquer pista, também eu me senti um pouco assim. Lia, e lia, e parecia que estava sempre no mesmo sítio. Ainda nem a meio tinha chegado. Até que, finalmente, lá consegui! 

Agora sim, a história começa a aquecer, e eu a sentir aquela vontade compulsiva de ler a cada bocadinho livre que tenha, para saber como tudo se vai desenrolar até ao fim.

Mas, de qualquer forma, pergunto-me se haveria necessidade de a autora ter esperado tanto tempo para me cativar? É que foi por pouco que não desisti dele de vez.

Assim que o terminar, logo vos digo que livro é, juntamente com a minha opinião final!

  • Blogs Portugal

  • BP