Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Um dia de loucos

Resultado de imagem para desenhos de louca

 

Depois de um domingo inteiro de volta de trabalhos de geografia, inglês, matemática e ciências, com a minha filha, sabia que a segunda-feira não iria ser fácil, mas nada fazia prever o dia de loucos que tive!

Saio em serviço, cerca das 09.30h, para tentar adiantar o máximo possível. Tiro três senhas, para três serviços diferentes. Em todos eles tenho várias pessoas à frente. Decido ficar num. Não estava a andar. De vez em quando espreitava o do lado, também sem ter avançado. Fiz isto várias vezes, de um lado para o outro, até que num deles acabou por passar a minha vez. Tiro nova senha. Como só tenho 2 pessoas à frente, e no anterior ainda estava na mesma, fico naquele. Sou atendida. Chego ao outro, e a senha já tinha sido chamada! Que pontaria.

Esqueço o terceiro serviço, e fico por ali. Mas tive que desistir, porque às 12.30h tinha a minha ecografia e não convinha atrasar-me. Chego à clínica, e tinha cerca de 7/8 pessoas à minha frente. Aproveitei para comer umas bolachas que tinha na mala, porque o pequeno almoço já há muito tinha sido tomado. Fui chamada às 13.30h!

Saí da clínica directamente para o trabalho, para voltar a sair em serviço, novamente aos mesmos sítios da manhã. Só me consegui despachar perto das 16h, quando regressei ao escritório, e aproveitei para comer mais qualquer coisa.

Pelo meio ainda recebo a notícia de que a minha filha teve negativa num teste.

 

 

Chocada e Desapontada

Resultado de imagem para what?

 

Sobre as últimas notícias só tenho a dizer que me sinto:

 

Chocada com a eleição de Donald Trump - sempre pensei que vencesse a Hillary. A eleição de Barack Obama trouxe, na altura, uma onda de esperança e de mudança para melhor. Esta, traz uma onda de receio pelo futuro, e um regresso a tempos que julgávamos nunca mais voltar.

 

Desapontada com a entrega de Pedro Dias - pensei que ele demorasse mais tempo a fazê-lo,ou que nem se entregasse sequer. Não que prefira que ele ande à solta, mas foi uma boa prova de que a polícia, em determinadas situações, nada consegue fazer e os criminosos brincam com ela. 

 

Resultado de imagem para what?

Amizades estranhas

 

As amizades podem, por vezes, ser muito estranhas.

E desvanecer-se, da mesma forma que um dia surgiram.

Desde o verão de há uns anos atrás que a minha filha se tornou amiga de uma outra menina que conheceu na praia.

Nessas férias, todos os dias brincavam na praia. Depois disso, iam falando esporadicamente por telemóvel, a Inês chegou a ir algumas vezes a casa dela para brincarem, incluindo duas festas de aniversário, a última em 2015.

A miúda também chegou a ir connosco ao cinema e ao circo.

Nas épocas festivas, trocavam sempre presentes. E também eu e o meu marido falávamos bastante com a mãe e chegámos a conhecer os avós da menina.

Este ano, e como era a primeira festa de aniversário que a minha filha ia fazer para os amigos, claro que a convidou. Ou, pelo menos, tentou.

Ligámos para o telemóvel da filha - ia sempre para o gravador. Ligámos para o da mãe - dá mensagem de que, no momento, não está disponível. Enviámos o convite pelo correio - não veio devolvido mas também ninguém disse nada.

O meu primeiro pensamento, e dado que no Natal tinha enviado uma mensagem com relatório de falha, foi que talvez ainda estejam na Escócia (onde costumam ir passar o Natal), mas faz-me confusão porque a miúda estudava cá e as aulas já começaram há duas semanas.

Ou então, talvez se tenham mudado. Mas, nesse caso, podiam ter dito alguma coisa. Tinham os nossos contactos. E se mudaram de telemóveis a mesma coisa.

Não querendo acreditar que algo de mal lhes tenha acontecido (espero que não seja esse o motivo), e que as impeça de contactar connosco, resta-me estranhar esta ausência de contacto ou notícias, e uma amizade assente em escassos momentos juntas, e pouca vontade de comunicar...

Isenção de taxas moderadoras até aos 18 anos

 

transferir.jpg

 

Finalmente, uma boa notícia!

E se sabemos criticar as más, há que destacar e elogiar ainda mais as boas!

Desta vez, o Serviço Nacional de Saúde esteve bem.

Até agora, apenas as crianças até aos 12 anos estavam isentas de taxas moderadoras mas, com a alteração aprovada na semana passada, a isenção passa a abranger todos os menores de idade.

Quem fica a ganhar são as crianças e jovens do nosso país, que ficam assim isentos de taxas moderadoras até aos 18 anos.

Já que nós, adultos, temos que pagar, ao menos que os nossos filhos tenham acesso gratuito à saúde durante mais uns aninhos!

 

 

Onde estão seguras as nossas crianças?

 

Em lado nenhum!

É essa a conclusão a que chego depois da notícia que vi hoje.

E até é uma coisa que costumo fazer - deixar a minha filha ir à casa de banho do supermercado enquanto estou a fazer as compras. A partir de agora, vou pensar duas vezes.

É certo que estou sempre atenta a ver se a vejo, ao tempo que demora, e combinamos sempre um ponto de encontro. Mas não é suficiente.

Uma vez, como estava a demorar muito, fui à casa de banho confirmar se estava lá. Agora, penso que o melhor a fazer é acompanhá-la, nem que tenha que deixar as compras a um canto no supermercado enquanto isso.

Porque a segurança da minha filha está em primeiro lugar, e nunca se sabe quando irá aparecer um monstro pedófilo para abusar dela, como aconteceu com uma menina de 6 anos, em Faro que, a caminho da casa de banho enquanto a mãe fazia compras, foi desviada por um predador de 63 anos para a casa de banho dos deficientes, e abusada.

Valeu à menina a mãe ter ido lá chamá-la, o que fez com que o homem, com medo de ser apanhado, fugisse. 

Para já, o homem, que já tinha cumprido pena por crimes sexuais, está em prisão preventiva. Quando sair, voltará a fazer vítimas. E, como ele, sabe-se lá quantos mais não andam entre nós...

  • Blogs Portugal

  • BP