Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O que há de bom a recordar de 2017

Resultado de imagem para best of 2017

 

1 - O lançamento do meu segundo livro "Em Busca da Felicidade"

2 - Ter conhecido pessoalmente as autoras Sandra Pestana e Luisa da Silva Dinis, e a mentora do Body Revolution - Marta Romero

3 - Ida à Sic, em representação do Clube de Gatos do Sapo

4 - Ter conhecido pessoalmente a Anabela Neves

5 - Ida à RCM - Rádio do Concelho de Mafra, divulgar os meus livros e o Clube de Gatos

6 - As várias apresentações do livro do Clube de Gatos - Animal Fest, Colombo, AKI Mafra e Pet & Tea

7 - Ter conhecido pessoalmente a Nélia e a Daniela, dos Tarecos das Alcarias

8 - As férias de verão, as idas ao cinema, as apresentações de dança da minha filha e todos os programas em família ao longo do ano

9 - A missão de voluntariado com os gatinhos da rua

10 - Renovação das colaborações com a revista Inominável e site Fantastic

11 - Renovação das parcerias com a Farol Música e Chiado Editora

12 - Convite para colaboração da Miau Magazine

13 - Visitas ao Centro de Recuperação do Lobo Ibérico e Universidade dos Valores

 

No geral, foi um bom ano para mim.

Vamos ver o que 2018 me reserva!

 

 

 

O melhor de 2017 - Cinema

Imagem relacionada

 

Já tinha visto o trailer, e sabia que ia gostar. Sabia também que iria chorar. E lembrar-me da Tica, claro!

O que eu não sabia, é que sairia da sala de cinema apaixonada por estes animais. É certo que gosto de cães, e por todas as histórias que tenho lido, em que eles entram, e por casos reais a que assisto, essa paixão já tinha vindo a ser semeada. Mas eu, que sou incondicionalmente apaixonada por gatos, dei por mim a pensar que não me importava de ter um cão como estes!

 

"Juntos para Sempre" é um filme que todas as pessoas que gostam de animais deveriam ver.

Talvez seja um filme mais duro para quem, algum dia, já perdeu o seu animal de estimação. Mas  ainda assim, acho que irá gostar.

Ver "Juntos para Sempre" é como estar num ringue de boxe, e estar a levar socos, uns atrás dos outros. Aos primeiros rounds, ainda nos conseguimos erguer por momentos. A meio do combate, já não conseguimos. Depois de soco atrás de soco, rendemo-nos. Só queremos que tudo acabe bem,e que o final chegue depressa.

Ainda hoje, ao pensar naqueles olhos castanhos, fico com um aperto no coração, e um nó na garganta.

Os animais são tão mais inteligentes, verdadeiros, amigos e leais, que a maioria dos humanos, que não há forma de explicar como nos marcam. 

A história é narrada pelo protagonista canino do filme, o que ainda contribui mais para nos apaixonarmos, e sofrermos com cada vida que passa, e já não volta.

Pode parecer masoquista, mas via este filme novamente. E mais uma vez, e mais uma!

 

 

Imagem relacionada

 

No que respeita a filmes de animação, este foi, sem dúvida, o meu favorito!

 

O melhor de 2017 - Livros

Foram várias as leituras de 2017 mas, de entre todos os que li, destaco estes dois:

 

Resultado de imagem para maldito karma

Maldito Karma

Porque era suposto ser um livro cómico, e acabou por se revelar um drama capaz de provocar lágrimas aos mais sensíveis.

Tem a sua vertente cómica e irónica, é certo, mas tudo o que tem a ver com a maternidade, e filhos, mexe comigo.

É também uma boa perspectiva de encarar a reencarnação, para aqueles que nela acreditam. Ou talvez não...

 

 

 

doc20171018223715_001.jpg

Para Além do Impossível

Foi, dos livros que li, o que mais me fez reflectir sobre diversos temas, e com o qual me identifiquei, em muitos aspectos, com as duas personagens femininas.

Como vêem as mulheres o amor e as relações na actualidade? Será o amor, independentemente das mudanças ao longo das décadas e dos direitos adquiridos pelas mulheres, um sentimento que permanece igual, e com o mesmo efeito em todos os corações?

  • Blogs Portugal

  • BP