Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sugestões para o fim-de-semana

 

Vêm aí as Queimas das Fitas de Coimbra e Porto... E o Iberanime LX 2017...
Vem aí revista, comédia, drama...

Muita música...

Doçaria tradicional alentejana...

E muito mais.


É o que consta da edição desta semana da rubrica Fora de Casa, do Fantastic!
Destaque para "Ontem" do Colectivo A TRIBO, no Auditório Municipal Beatriz Costa.

 

Vejam tudo AQUI

 

Onde estás, lua?

Depois da super lua cheia de segunda-feira que, à hora que eu vi, não estava assim tão super, já me tinha convencido que teria que esperar mais 18 anos.

No entanto, pelo sim, pelo não, quando saí do trabalho ontem à noite, lembrei-me de olhar para ela, para ver se me surpreendia.

Não a vi em lado nenhum.

Onde estás, lua?

Se no dia anterior tinha vindo daquela zona, não poderia desaparecer totalmente no dia seguinte. O céu estava limpo, viam-se as estrelas. Fui o caminho todo andando e olhando para trás, à procura dela, a pensar onde poderia estar àquela hora, em vez de estar no céu.

Quando estou quase a chegar a casa, vejo algo a surgir detrás de umas casas, enorme, branco e redondo.

Era a lua!

E, desta vez, super mesmo!

 

Não consegui tirar fotos, claro, que a minha máquina é pré-histórica,mas foi mais ou menos isto:

 

Resultado de imagem para super lua

 

Como ontem nasceu mais tarde, consegui ver o efeito que na segunda não tinha visto!

Mais uma prova cega e nada

Se há coisa que eu valorizava neste programa era o facto de os mentores não saberem quem está a cantar, e só ouvirem a voz. 

Esta edição, a cada programa que exibe, mostra que as coisa não são bem assim.

Sendo os mentores profissionais da música, parto do princípio que escolhem concorrentes que tenham potencial e qualidades vocais que eu, como leiga, não consigo analisar, e que seja esse o principal critério.

É que na minha opinião de mera espectadora, é-me difícil compreender porque é que um determinado concorrente grita e vira cadeiras, e outro que faz exactamente o mesmo não vira um única. Porque é que a determinados concorrentes a linearidade é vista como qualidade, e a outros como defeito.

 

 

A destacar, pela atitude descontraída - Pedro Santos

 

 

Pela música escolhida, piano e voz, e atitude serena e diferente - Luís Cruz

(Sim, foi um pouco estranho ele ter ido sozinho. E, sim, foi estranho ouvi-lo dizer que o seu melhor amigo era ele próprio - mas é a pura verdade. E a quem não diz nada, não deixa de ser estranha aquela postura do "Deus te abençoe". Mas tudo isso é irrelevante e não lhe tira o mérito)

 

 

Pelo contraste - o Iven e o Sérgio

Olhei para esta dupla de amigos e sobressaiu logo o contraste entre ambos - um com ar de D. Juan, bem vestidinho, e o outro, com um look totalmente diferente. Um mais virado para o estilo romãntico, outro para o rock e heavy metal. E, no fim, não tinha nada a ver! É a nossa mente a tecer juízos de valor sem conhecer as pessoas. Fiquei com a impressão que o Sérgio ficou muito mais afectado pelo facto de não terem virado cadeiras, e encarou esta oportunidade de forma mais séria do que o amigo. E pareceu-me também uma pessoa mais humilde.

Será que um se prejudicou ao outro? Será que a participação em dupla não funcionou?

 

 

Pela interpretação - Fausto.

Embora me pareça que gostei mais de ouvir o Mário, concorrente do Ídolos, a cantar esta música. Vamos ver como se safa noutras músicas/ registos.

 

 

Pontos negativos:

 

A destacar pela negativa, o facto de as quatro cadeiras terem virado, e de a Marisa se ter, claramente, arrependido, tentando remediar o estrago empurrando a concorrente para a Aurea. E o dueto com a Aurea, que provou ainda mais que esta concorrente não merecia as quatro cadeiras viradas!

A Aurea tem voz para esta  música. A Teresa não.

 

 

O histerismo destas primeiras concorrentes, quando falavam com os mentores masculinos. Menos, meninas...Comportem-se!

 

 

Imagens The Voice Portugal

 

 

A Mariza disse tudo

Contraponto

A gala de ontem do Got Talent Portugal não prometia grandes actuações, e estava na expectactiva para ver como ia correr e quem seria escolhido para a final.

A primeira actuação - dos Contraponto - desiludiu-me. Não sei se foi a escolha das músicas ou as próprias vozes que não favoreceram em nada a actuação. Estiveram, sem dúvida, melhores na audição.

 

 

André Kosasih

O meu primeiro voto da noite (em pensamento) foi para o André Kosasih. Gostei muito de o ver contracenar consigo próprio! Tem talento e revelou originalidade (embora haja actuações semelhantes a estas noutros países).

Mais uma vez, e relativamente à Mafalda, a actuação de ontem deixou muito a desejar. Gostei mais da simplicidade e emotividade que mostrou na audição. 

 

Francisco Mousinho

O truque do Francisco conseguiu cativar-me e roubar um segundo voto. Pode ser um truque bastante básico e ter sido mal executado. Ao que parece, os mais atentos perceberam que ele tinha o papel com a identificação da carta na mão, e não utilizou o que estava dentro do envelope. Eu, confesso, não estava assim tão atenta e fiquei espantada com o truque. Hoje vou rever e tentar perceber se realmente foi assim tão óbvio.

 

 

Carolina Vasconcelos

E o meu terceiro voto da noite, ou seja, a minha terceira concorrente mais votada foi a Carolina! Foi uma actuação muito bonita, mais arriscada que a da audição, que teve ali muito trabalho investido e correu lindamente. E a escolha da música foi perfeita!

Sobre o duo Cantando os Azuis nem me vou pronunciar. Sem comentários!

Quanto ao Gao, voltamos ao mesmo: melhor na audição do que ontem. Não gostei muito.

 

Posto isto, e na hora das votações, fiquei com a mesma cara que os jurados fizeram quando a luz do André se apagou, indicando que ele era um dos menos votados.

Ainda mais indignada fiquei quando aconteceu o mesmo à Carolina.

Não se percebe como é que duas das melhores actuações da noite ficam entre as menos votadas e vão para casa, enquanto outros continuam em competição.

A Mariza, quando lhe foi dada a palavra na recta final do programa, disse tudo!

 

 

Em relação aos convidados da noite tenho a dizer que fiquei muito desiludida com o Dengaz! Porquê? Então andava eu a gostar tanto da música "Dizer que Não" convencida que era o Dengaz que cantava, e não é que fico a saber que a parte mais bonita da música é cantada pelo Matay! Não fazia mesmo ideia. Assim é caso para dizer que não gosto de ouvir o Dengaz, gosto é de ouvir o Matay!

 

 

E que dizer do Agir? Já tinha ouvido um pouquinho da música no noticiário e gostei. Ontem, ouvi na íntegra, a adorei! 

Não percebo as críticas que estão a ser feitas a este movimento nem à letra da música. Como o próprio disse, não se trata de ser contra a maquilhagem, ou de dizer que ela não é útil ou necessária, mas sim de mostrar a todos que devemos gostar de nós da forma que somos e que, mesmo sem maquilhagem, já somos bonitas. Não quer dizer que não possamos ficar mais, mas a verdadeira beleza é a natural.

 

Imagens 

Got Talent Portugal

Got Talent Portugal | RTP

 

Mais uma mão cheia de talentos

Mais uma noite de Got Talent para provar que ainda há muito talento por descobrir em Portugal (e não só).

 

Dos concorrentes de ontem, destaco:

 

O truque de magia do Francisco. Pode ser muito básico para quem sabe faz~e-lo, ou como é feito, mas não deixa de surpreender quem vê e é totalmente leigo no assunto. 

 

O Daniel, com o seu número de acrobacia aérea. E uma intervenção desnecessária de Manuel Moura dos Santos, quanto à escolha da modalidade do concorrente. 

 

O João Afonso, com o número de Pole Dance. De realçar a pouca segurança daquele varão, que parecia muitas vezes querer tombar, e a forma como o concorrente continuou, arriscando uma queda e possível lesão.

 

A Andreia, com o seu talento para pinturas com fogo. É notável a semelhança entre a sua pintura e esta fotografia de Dali.

 

O Alfredo e a Mariana - simplesmente espectaculares!

 

Os Cruzados. Tomara muitas bandas ditas profissionais terem o power que estes concorrentes mostraram em palco!

  • Blogs Portugal

  • BP