Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

A produção nacional está de parabéns!

 

Desde que me lembro, sempre ouvi dizer que os portugueses, por mais que tentassem, nunca iriam conseguir fazer telenovelas ao nível das telenovelas brasileiras.

Desde que me lembro de ver telenovelas, a verdade é que a minha preferência ia no sentido da opinião geral.

De há uns anos para cá, a produção nacional tem investido em novos talentos, aproveitado o valor dos actores experientes, tem apostado na mudança, na inovação, na diferença, e o resultado foi notório.

Hoje, as telenovelas portuguesas são vistas e apreciadas por um público muito mais vasto, e aproximam-se cada vez mais da qualidade das brasileiras (por vezes, até, melhor que estas).

Em 2011, "Laços de Sangue" venceu o Emmy Internacional de melhor telenovela, atribuído pela Academia Nacional de Artes e Ciências Televisivas, que premeia produções feitas fora dos Estados Unidos. 

Este ano, e pela primeira vez, duas telenovelas produzidas em Portugal foram finalistas na gala do New York Festival's World’s Best TV & Films, que decorreu em Las Vegas, e que contou com produções de cerca de 50 países. 

"Coração d'Ouro" e "Mar Salgado" foram as candidatas escolhidas, e responsáveis por este enorme passo na história das telenovelas portuguesas embora, na minha opinião, tenha havido outras que merecessem tanto, ou ainda mais, essa distinção e oportunidade, nos últimos tempos.

Dedicado a ambas as indústrias de televisão e cinema, os prémios New York Festival's World’s Best TV & Films premiaram os melhores projetos internacionais encontrando-se, entre os nomeados, candidatos de todo o mundo.

Na categoria Telenovela, a medalha de ouro foi atribuída à novela "Coração D’ Ouro", enquanto que "Mar Salgado" ficou-se pelo bronze. Os EUA foram o país responsável pela conquista da medalha de prata, concedida à telenovela "Bajo El Mismo Cielo", exibida pelo canal Telemundo.

A SIC e a SP Televisão estão, assim, de parabéns pela conquista destes dois prémios! 

 
 
 
Imagem espalhafactos.com

 

 

As ofertas do Intermarché

 

 

 

No fim de semana fui às compras ao Intermarché. O meu marido também. 

Descobrimos que está em vigor uma campanha de Natal.

Por cada 30 euros de compras, o Intermarché dá presentes, em forma de um pequeno envelope fechado para descobrir o que nos calhou na sorte.

Pois entre 500 euros de compras em cartão, tablets e smartfones, ao meu marido calharam-lhe dois brindes surpresa de Natal, que nada mais são que pequenos bonecos de plástico, a levantar no balcão central.

Já a mim, em quatro envelopes, 4 "experiências gourmet"! Logo a mim, que não sou muito dada a coisas gourmet. Estas ofertas consistiam, então, em degustação de vinhos, provas de queijos ou enchidos, workshops de chocolate, etc.

Vou ao site consultar os parceiros para efectuar a marcação mas, sinceramente, estes prémios não me cativam mesmo nada.

Em último caso, o que ainda me agrada é provar o bolo de chocolate mais feio de Lisboa e o chocolate quente, no restaurante vegetariano Bem Me Quer, em Lisboa. Mas o mais certo é irem todas parar ao lixo, sem qualquer uso.

Sonhos de menina

 

Chega a minha filha das férias com o pai, em completa euforia, a querer participar no passatempo "O teu sonho, a tua música" do Disney Channel, em que oferecem produtos relacionados com a série Violetta e um bilhete para o concerto.

Ela foi ao site, imprimiu as letras, viu como é que tinha que fazer, andou a ensaiar e a fazer planos, enquanto eu ia apanhando um bocadinho aqui e ali, sem saber ao certo no que ela se queria meter.

Depois de uma leitura mais atenta ao regulamento, achei melhor não seguir adiante. Enviar um vídeo da minha filha que não me será devolvido e que não sei que uso lhe será dado (eles dizem que são destruídos os que não forem seleccionados mas nunca fiando), autorizações para não sei quantas coisas, trabalho e papelada para preencher, e os prémios para os semi finalistas são coisas que ela já tem. E diz-me a minha filha "oh mãe, eu já tenho, mas posso dar à minha prima". Já o prémio final, o bilhete para um dos concertos com viagem e estadia paga, também não me inspira. Para já, porque eu não teria disponibilidade financeira nem tempo para a acompanhar, e porque acho que ela ainda é nova para andar a viajar para ver concertos. Se fosse em Lisboa, ainda se fazia um esforço, mas assim, não vale a pena.

Só que a minha filha ficou, realmente, triste. Porque adora a Violetta, adora cantar e dançar, acha que tem talento e queria ser uma das escolhidas, nem que fosse para o seu vídeo ser exibido na televisão.

 

 

No dia seguinte, e com um não quase certo para o primeiro passatempo, liga-me toda animada a dizer que quer participar no The Voice Kids!

O que é que eu faço à minha vida?!

 

Espero que não se lembrem de mais nenhum passatempo ou concurso para crianças porque já percebi que ela vai querer ir a todos!

  • Blogs Portugal

  • BP