Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Ups... Como mentir descaradamente para engatar uma miúda!

Crianças, Menina, Menino, Floresta, Elf, Cap, Se Manda

 

Dizer a uma miúda, que nunca anda sozinha, e que sempre que vai às compras, acompanhada, nunca se dá ao trabalho de levar um saco que seja, que a viu, um dia, sentada num banco de jardim, com 2 sacos de compras, (de roupa) que cairam do banco e ele ajudou a apanhar!

 

"Não me lembro de nada" - diz ela. 
"É normal, já se passaram 2 anos. Mas juro-te que estou muito feliz por te ter encontrado novamente." - responde ele.
"Porquê tanta felicidade?", pergunta ela.
"Porque quando troquei aqueles olhares contigo, o meu coração disparou a alta velocidade."

 

Oh rapaz, tem cuidado que, qualquer dia, ainda te despistas com tanta velocidade!

Se bem que, depois da tampa que levou, o coração deve ter feito uma travagem brusca, ido abaixo, e não deve pegar tão depressa!

 

 

Há dias assim...

Há momentos em que é preciso respirar fundo...

Contar até 100...

Uma bela noite de sono...

Um chá de tília...

 

E há outros em que nada disso funciona!

 

Hoje sinto-me uma panela de pressão, cuja tampa pode a qualquer momento saltar!

 

Tenho todo o direito de me aborrecer, de estar rabujenta, de estar triste e de explodir, é verdade.

 

Mas depois, tenho também o dever de arrumar a irritação e a neura no baú, dar lugar a pensamentos positivos e viver mais um dia com boas energias!

 

Afinal depois de a água ferver e sair toda para fora, só nos resta voltar a encher a panela, que é como quem diz - depois de o mal estar feito não adianta remoer e repisar o assunto.

 

É preferível empenharmo-nos em voltar a pôr tudo em ordem.

 

Ainda assim, apesar das várias ameaças dos últimos dias, estou decidida a tentar manter a minha tampa equilibrada em cima da panela! 

 

E encarar com optimismo este dia de temporal (que não começou da melhor maneira), em que a chuva e o vento marcam presença. Atirar-me ao trabalho e pensar que mais logo à noite, vou tomar aquele banhinho que sabe tão bem, e deitar-me bem aconchegada na minha caminha, com a sensação de missão cumprida e meta do dia atingida!