Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O que sente um escritor quando termina uma obra?

 

O que será que sente um escritor no momento em que acaba de escrever a sua história?

Alívio? Alegria? Uma sensação de missão cumprida, talvez.

Acredito que seja algo assim. Mas, e em relação à história, será que conseguem pegar nela, agora que está acabada, e voltar a lê-la do início ao fim?

Não faço ideia, mas poso-vos dizer que já experimentei, e não consegui!

Já li e reli tantas vezes a história que escrevi, nessa altura, por partes, que agora não consigo nem ouvir falar daquelas personagens, quanto mais estar a ler tudo!

Acho que vou ter que ler outros livros por enquanto, até me desligar daquela história, e só então pegar nela com outra disposição, e lê-la como se fosse a primeira vez.

 

Em modo pós férias!

 

Chegaram ao fim as férias de verão deste ano! Agora, só mesmo uns diazitos pelo Natal.

E cá estou eu, de regresso ao trabalho, e a entrar em parte das rotinas do costume. Palpita-me que, daqui em diante, e até ao início das aulas, vou andar mesmo com a neura, em modo "pós férias"!

Hoje é o último dia do mês de Agosto, e só me vem à cabeça que o verão está a terminar, e as aulas prestes a começar!

Daqui a pouco as piscinas encerram, a época balnear termina, os dias para aproveitar na praia, aos fins de semana, vão sendo cada vez menores, e o meu cérebro começa já a mentalizar-se para o regresso às aulas da minha filha, para as correrias, o stress, o estudo, os gastos, etc.

Porque é que as férias têm que acabar tão depressa?!

 

Várias formas de terminar uma relação nos tempos modernos!

 

1 - A mais correcta: pessoalmente - não há nada como uma conversa adulta e civilizada

2 - A mais curta: por sms

3 - Em poucas palavras: por telefone

4 - A mais avançada: nas redes sociais - começa a ser muito comum acabar relações nas redes sociais, quer através do chat ou simplesmente, alterando o estado

5 - Radical: "ghosting" - a pessoa simplesmente desaparece, sem ter que dar satisfações, e evita qualquer contacto do parceiro daí em diante, até que ele perceba que acabou

6 - Pombo-correio - pedir a alguém para comunicar ao parceiro que a relação acabou

 

  • Blogs Portugal

  • BP