Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

RX - The Codfish Band

Capa kings and queens.jpg

 


The Codfish Band apresentaram, a 13 de julho, “Kings and Queens”, o single de avanço do álbum sucessor de “Devil’s Tongue”, a sair no final do ano.
O tema foi um dos primeiros a surgir, e conta com a participação de Elda Frias.

O novo álbum encontra-se em fase de produção, e os The Codfish Band afirmam que "começa calminho mas adiantamos desde já aos nossos fãs que podem aguardar por um álbum com muito RockPower".

 

Fiquem a saber mais, neste RX:

 

 

Resultado de imagem para rx

 

De que forma se descreveriam através das seguintes palavras?

Fusão – The Codfish band

Rock - Amor

Blues – Paixão

Dueto – Novidade

Cumplicidade – The Codfish band

Emoção – Música

Paixão – Tocar

Palco – Êxtase

Público – Juiz

 

 

“Kings and Queens” é o single de apresentação no novo álbum em que estão a trabalhar. Quem são os Reis e Rainhas dos The Codfish Band?

Reis e Rainhas são todos aqueles que nos apoiam, que nos seguem, que nos amam.

Todos aqueles que lutam ao nosso lado e acima de tudo são as nossas caras metade.

Que continuam a apoiar esta nossa inocência, demência, vicio pela música. Sem elas nada disto seria possível, elas sim são as nossas verdadeiras Queens.

 

 

Como surgiu a colaboração de Elsa Frias neste tema?

Através do Vítor Bastos, fotógrafo, músico e amigo comum.

Quando ouvimos pela primeira vez a voz da Elsa Frias ficámos logo impressionados.

Em breve todo o País vai ficar a conhecer o poder/força e especialmente a alma e emoção que a Elsa transmite em cada tema.

Soubemos na hora que era exactamente a voz que encaixava.

A cumplicidade foi imediata e a magia começou. Tínhamos finalmente a nossa “Sweet Queen”

 

 

Do que nos fala esta música?

Acho que pela primeira pergunta a Marta percebeu do que fala.

Fala de Amor, Fusão, Rock, Blues, Dueto, Cumplicidade, Emoção, Paixão

 

 

Estão neste momento a preparar o sucessor de “Devil’s Tongue”. Vai ser um álbum, de alguma forma, diferente do anterior, ou pretendem seguir a mesma linha?

O sucessor de Devils Tongue está quase pronto, está com o nome provisório de “Primal Addiction”.

 

 

Já têm alguma data prevista para o lançamento no segundo álbum?

Estamos a apontar para Janeiro de 2019.

 

  

Como vai ser o verão dos The Codfish Band – em estúdio, ou em concerto?

Em estúdio.

O single Kings and Queens estava previsto sair só em Setembro, mas por motivos alheios à banda, perceberão lá para Dezembro o que quero dizer, teve que ser lançado a correr. Nem video tínhamos.

Este acontecimento fez com que tivéssemos que acelerar a saída do álbum, por isso estamos em estúdio a concluir o sucessor de Devils Tongue.

 

 

Que objectivos gostariam de ver concretizados, a nível musical, num futuro próximo?

Tem que ser bem próximo, já não vamos para novos 😊

Conseguir actuar em um ou dois festivais de renome e, com isso, fazer chegar o nosso som a um público cada vez maior.

 

Muito obrigada!

 

 

Obrigado Marta, pelo apoio

The Codfish Band

Miguel Ros Rio

 

 

 

Nota: Este RX teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também a imagem e o audio. 

À Conversa com os The CodFish Band

 7 codfish.JPG

 

Formada por Luis Miguel, Miguel Ros Rio, Nuno Escabelado e Pedro Kystos, os The Codfish Band intitulam-se uma “banda 100% portuguesa” que se caracteriza pela fusão de um símbolo da gastronomia portuguesa, com o clássico aperto de mão.

 

 

capa codfish.jpg

 

 

“Devil’s Tongue” é o primeiro álbum da banda, que se traduz em “Rock, Rock pesado, sujo, Rock que sabe a rock”, e estará disponível em formato digital amanhã.

 

 

3 codfish.JPG

 

Para nos falar um pouco mais sobre a banda tenho hoje aqui na rubrica “À Conversa com…” os The Codfish Band”, a quem desde já agradeço.

 

 

 

 

 

Quem são os The Codfish Band?

Os Codfish são uma banda de Cascais, terra onde o rock continua a ter um papel importantíssimo. Na voz e guitarra temos o Luis Miguel Afonso, na outra guitarra está o Miguel Ros Rio, o Nuno Escabelado no baixo e na bateria e produção está o Pedro Kystos. Como estava a dizer, ainda sofremos a influencia da catedral do Rock, o antigo e desaparecido “Dramático”.

 

Como é que surgiu a vossa banda?

A banda surgiu com o intuito de gravar umas músicas antigas em cd para oferecer no Natal à família. Esta foi a ideia inicial, claro, mal sabíamos que estávamos a acordar algo adormecido dentro de nós. Dai para a frente foi queimar etapas, nada de concertos, poucos ensaios e bora lá para estúdio gravar um cd de rock.

 

Os The Codfish são uma banda de rock. É mais fácil compor rock em inglês do que em português?

Não é uma questão de ser mais fácil, quando tentas fazer um determinado tipo de rock, daquele que sabe a rock, tem que ser em Inglês, é como fazer fado em Inglês em vez de Português, fazer fazes, mas não é a mesma coisa…

 

Quais são as vossas principais referências musicais?

É muito subjectivo, somos quatro indivíduos com gostos musicais muito ecleticos.

Mas resumindo, se cada um de nós tivesse que escolher uma banda seria, tipo, Miguel-Ac/Dc, Luís-Joy Divison, Nuno-Black Sabath, Pedro- Pantera.

E se os quatro só pudessem escolher uma, seria Led Zeppelin!

 

Como vêem, actualmente, o panorama musical português a nível de rock, relativamente a anos/ décadas anteriores?

Acho que em Portugal nunca existiram tantas bandas de rock e com tanta qualidade como agora, é engraçado que quanto mais dizem que o rock já não vende, mais bandas de rock aparecem.

 

E em termos de público, existe mais público a apreciar rock hoje, ou essa preferência tem vindo a ser distribuída por novos estilos musicais?

Achamos que existe mais público a apreciar rock, o problema é que grande parte desse público está na faixa etária dos quarentas e muitos, são doidos por rock mas o corpo já não aguenta muitos concertos ao longo do ano. Se analisarmos bem, concertos com mais de 60.000 pessoas em Portugal só bandas rock e, desses 60.000, 50.000 são os chamados “cotas”.

 

“Devil’s Tongue” é o vosso primeiro álbum. Como o caracterizam?

“Devil’s Tongue” é o nosso melhor álbum. É um cd de puro Rock, Rock pesado, sujo, Rock que sabe a rock.

 

Se vos dessem a escolher, qual seria o palco que mais gostariam de pisar neste verão de 2016?

Concentração de Faro.

 

Vamos poder contar com actuações ao vivo dos The Codfish Band ao longo dos próximos meses?

Sim, claro que sim. Estamos a preparar a nossa primeira tour, em breve sairão as primeiras datas.

 

Muito obrigada!

 

Saibam mais em https://pt-pt.facebook.com/the.codfish.band

 

 

Nota: Esta conversa teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens.

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP