Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Dicas para a realização de trabalhos escolares

Resultado de imagem para trabalhos escolares

 

 

Cada vez mais, os professores pedem aos alunos que realizem diversos trabalhos, de grupo ou individuais para, posteriormente, apresentar na aula.

Com o tema na mão, o difícil mesmo é começar. 

Mas, para alguns estudantes, as dificuldades permanecem ao longo de todo o processo, e acabam, muitas vezes, a perder tempo, sem conseguir um bom trabalho.

 

Em seguida, deixo algumas dicas que poderão vir a ser úteis, baseadas na minha experiência, e que costumo dar à minha filha, para os trabalhos dela.

 

 

Pesquisa

Não há trabalho sem informação e, como tal, a pesquisa é fundamental.

É por aí que se deve começar, tanto na internet, como em livros, ou outras fontes de onde consigam retirar a informação.

 

 

Recolha

Depois de pesquisado o tema, e já na posse de informação diversa, nada como guardá-la, antes que se perca.

Por norma, costumo colocar no ficheiro as informações em bruto, sem qualquer ordem específica, bem como links de sites que não possa ver na hora. 

No que se refere a imagens, guardo-as numa pasta, junto com o ficheiro em Word.

 

 

Selecção

Recolhida, então, toda a informação e imagens, é o momento de seleccionar aquela que interessa, de verificar a que já temos e a que está repetida, de escolher a que não faz falta e pode ser eliminada. De escolher as imagens que preferem, e apagar as que descartaram.

 

 

Organização

O passo seguinte, agora que já temos a informação seleccionada, é organizá-la de acordo com o que nos foi pedido, ou pelo guião dado pelo professor.

 

 

Transformação

A informação recolhida ainda está, nesta altura, exactamente como foi copiada. Por isso, é importante relê-la, apreendê-la, e tranformá-la em palavras dos alunos. Os professores não pretendem um trabalho que seja apenas "copy/ paste".

 

Nota: Todas esta etapas devem ser feitas num ficheiro em Word, mesmo que, depois, o trabalho final tenha que ser apresentado noutro formato. E esse ficheiro deve ser mantido até ao final.

Já aconteceu à minha filha começar a fazer um trabalho directamente no Powerpoint e, às tantas, houve um problema qualquer com o computador, e não conseguiu recuperar o que tinha feito, voltando à estaca zero, e sem a informação, porque tinha copiado logo para ali.

 

 

 

Composição

Com o trabalho organizado, modificado e aparentemente, pronto, chega então a hora de passá-lo, se for o caso, para o formato em que será apresentado, ou compô-lo no formato inicial, se não houver necessidade de mais.

É nesta fase que conjugam textos e imagens, espaços, tamanhos de letras, legendas, títulos e subtítulos, bibliografia, autoria e afins.

 

 

 

Finalização

Caso tenham que fazer apresentação em Powerpoint deve-se, por último, aplicar transições e efeitos, e converter o ficheiro para modo apresentação.

Eu aconselho a manterem um ficheiro original, e uma cópia onde podem ir fazendo os testes e experiências. Assim, se algo correr mal, têm sempre o trabalho intacto para poderem reiniciar. Se correr bem, ficam com esse.

De qualquer forma, não vá o diabo tecê-las, continuem a manter o primeiro esboço, em Word, e a versão noutro formato, sem efeitos. Nunca se sabe se, na hora H, não poderão vir a ser necessários.

A Tua Cara Não Me É Estranha

 

Porque nem só do The Voice Portugal se faz a televisão, e tinha coisas para fazer na sala, decidi fazer a vontade à minha filha e ver a estreia na nova temporada do "A Tua Cara Não Me É Estranha". 

 

Sobre o programa em si, tenho a dizer:

- que me continua a irritar solenemente a voz e os risos da Cristina Ferreira (é difícil ver qualquer programa com ela)

- Manuel Luís Goucha, sempre ao mais alto nível

- Já trocavam os jurados, não? Principalmente, a Alexandra e o José Carlos

- Não existem músicas melhores para os concorrentes cantarem?

- Adoro as caracterizações, a fazer lembrar o Chuva de Estrelas

 

Sobre os concorrentes:

- Carolina Torres, a irreverente - pode não gostar de Taylor Swift, mas em certos aspectos é parecida com ela! 

- Maria Sampaio - a Beyoncé da TVI - tem muita garra, e fôlego  

- David Antunes - como Elton John. Não sei bem se ele cantou como Elton John ou como ele mesmo, mas a caracterização estava boa

- Melânia Gomes - a imitação mais divertida da noite!

- Sérgio Rossi - a melhor transformação e melhor boneco. Não sou fã dele, mas gostei de o ouvir como Marisa!

- Darko - gosto mais do timbre do Ed Sheeran. Não gostei muito do boneco dele

- Jorge Mourato - não foi uma grande imitação do António Variações

 

Sobre a convidada especial:

Não gostei muito da actuação da Cuca Roseta. Talvez porque não simpatizo muito com ela, desde o dia em que foi ao Ídolos fazer par com um dos concorrentes, e cantou quase a música toda, não dando espaço ao concorrente. Mas não gostei da imitação dela como Bruno Mars.

 

Posto isto, apostava na Maria, no Sérgio, no David e na Carolina. Venceu a Maria. Vamos ver na próxima semana como vai correr a gala.

 

 

 

 

Moradia transformada em parque de diversões para felinos

casa_1

casa_2

casa_8

 

Um californiano anónimo decidiu gastar €25.200 para tornar a sua habitação mais apropriada para os felinos. A remodelação foi feita por uma empresa especializada e compreende passagens aéreas para os gatos, postes para os gatos afiarem as unhas e vegetação artificial para os gatos se esconderem.

As mudanças mais dispendiosas envolveram a introdução de uma escada em espiral que atravessa dois andares e várias prateleiras desniveladas que percorrem várias divisões, o que permite aos animais seguirem as pessoas de divisão para divisão.

Por fora, é uma habitação normal. No interior, a casa está adaptada tanto aos gatos como aos humanos, facilitando a convivência das duas espécies.  

Transformações

 

A música faz parte das nossas vidas. Da minha também. 

Ao logo da minha vida, foram várias as músicas que me marcaram, pelos mais variados motivos. Algumas dão energia, outras alegria, umas tristeza, outras saudades...Algumas transmitem serenidade, outras revolta...Umas fazem-nos lembrar coisas boas, outras coisas más...Há as que nos fazem recordar pessoas, acontecimentos...As que nos fazem dançar, as que nos fazem sonhar...E há aquelas que se transformam num marco...

No meu caso, foi este CD da Celine Dion, com especial destaque para as músicas:

- A new day has come

- Right in front of you

- When the wrong one loves you right

 

Foi ao som destas músicas que ocorreu uma das várias transformações na minha vida, um ponto de viragem. O virar de página onde ficou uma Marta, para surgir outra Marta, renovada!

Estávamos, como agora, na Primavera, o que ajudou muito. Até então, eu era daquelas mulheres para quem o preto é a cor preferida, e era em torno dessa cor que o meu vestuário assentava. Mas, a partir desse momento, não sei se pelo espírito de Primavera, se pelo espírito das músicas, se pela junção dos dois factores, mudei completamente! As cores começaram a fazer parte da minha vida, as flores, os folhos, os padrões alegres...E não sei se foi uma causa, ou uma consequência, mas a minha forma de viver a vida também mudou, com muito mais alegria e descontracção, e cheia de boas energias!

A Celine Dion tem, de facto, esse poder :) 

 

Aqui ficam outras músicas dela que o provam:

That's the way it is, do album All the Way... A Decade of Song

 

Faith

Coulda Woulda Shoulda, ambas do album One Heart

 

Talvez a cantora com mais músicas presentes na minha vida, ou não fosse aquela de quem tenho mais CD's!

 

Foi há oito anos...

...e parece que foi ontem!

 

 

Há oito anos atrás nasceu uma linda bebé, que logo foi apelidada, pela mãe, de carochinha e, pela a avó, de laranjinha! Talvez por ser tão pequenina e redondinha!

Essa bebé cresceu e, olhando agora para ela hoje, nota-se bem a transformação! Parece uma mulherzinha!

Ainda há tão pouco tempo estava na minha barriga, e agora mal consigo pegá-la ao colo!

Como o tempo passa...

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP