Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Inverno em tempo de verão: ainda fazem sentido as estações do ano?

Resultado de imagem para verão x inverno

 

Se virem por aí alguém com 3 camisolas vestidas, casaco, collants e botas, em pleno mês de Junho, não pensem que é algum extraterrestre - sou apenas eu!

 

 

Estamos a pouco mais de uma semana da chegada do verão, mas as temperaturas mais fazem lembrar os meses de inverno. Pelo menos aqui por Mafra, em que as mínimas andam nos 11/12 graus, e as máximas não passam dos 18/19.

Está sol, é verdade. E, aqui, basta vir o sol para toda a gente andar por aí já de chinelos, calções, e vestidos como se estivesse realmente calor. Ou até uma ida à praia porque, afinal, é verão (ou quase). Mas não está, porque para além do sol, temos um vento descomunal e gelado.

 

 

Assim, acho que, cada vez mais, vou deixar de lado aquele estigma de "ah e tal, é verão, parece mal andar com camisolas de lã e sobretudo". 

Cada vez mais, há dias de calor fora do normal em estações onde era suposto estar frio, e dias de frio fora do normal, em épocas em que deveriam estar temperaturas mais amenas. 

Dentro de toda esta "anormalidade", o mais normal é vestirmo-nos consoante a temperatura que está, e não consoante a época/ estação em que estamos.

 

Aliás, com a constante instabilidade climática em que vivemos, pergunto-me mesmo até quando farão sentido as estações do ano, tal como as conhecemos?

Verão imparável é com a Inominável!

#15 capa.png

 

Acabadinha de sair, está já disponível a Inominável n.º 15, com uma capa que nos dá vontade de ir de férias, e dar um mergulho refrescante naquelas águas!

 

Mas, entre um mergulho e uns banhos de sol, ou na pausa para o café, para aqueles que estão a trabalhar, aproveitem para descobrir tudo o que a equipa Inominável preparou para esta edição:

 

- dicas de como aproveitar o calor do verão, com saúde

- um roteiro com belas praias que poderão visitar  

- poesia que une dois continentes com tanto mar entre eles

 

E ainda, a entrevista a Kate Mirson, na rubrica Musicalizando, e a Agenda Inominável, entre muitas outras rubricas, nesta Inominável especial de Agosto!

 

 

Para quem os leitores assíduos da revista, ou para quem está agora a lê-la pela primeira vez, que rubricas mais gostam ou gostariam de ver na Inominável, em edições futuras? 

 

 

Agosto chegou e trouxe consigo o verão!

Resultado de imagem para agosto

 

Finalmente!

Agosto chegou e trouxe, com ele, o verão até Mafra.

Finalmente, um dia de sol e céu totalmente limpo.

Finalmente, um dia com temperaturas de verão.

Finalmente, um dia em que já se procura a sombra, para refrescar, e não o escasso sol, para aquecer.

Finalmente, um dia em que já se anda bem com roupa de verão, e conseguimos largar o casaco.

 

Bem vindo, Agosto! Não fujas, verão!

Temos que matar saudades, e o tempo começa a escassear, por isso, dá-nos essa alegria!

 

Há mais alguém por aí?

Resultado de imagem para frio no verão

 

Com vontade de ir ao armário buscar os casacos de inverno que achou que só voltaria a vestir lá para Novembro, com vontade de beber um chá quente ou sentar-se à lareira, ou de ligar o ar condicionado no quente, em pleno Agosto, de tanto frio que está?!

 

É que já estou com o pingo no nariz, a espirrar, e só me falta começar a bater os dentes!

O grande dilema de todos os anos

 

 

 

Imagem relacionada

 

Todos os anos espero ansiosamente pelas férias, para poder descansar da rotina e stress do trabalho, acordar mais tarde, ir à praia, à piscina, passear, estar com a minha filha e com as bichanas, e com o meu marido, quando estamos de férias na mesma altura.

 

Todos os anos chegamos a esta altura, a perceber que precisamos de lavar paredes, pintar, limpar a casa, o que implica ter tempo livre e, de preferência, estarmos os dois em casa, para ser mais fácil e não incomodar um ao outro. Esse tempo livre, e essa disponibilidade, só acontecem em tempo de férias.

 

Mas as férias são intercaladas, uma semana num mês, duas semanas no outro. Se não aproveitarmos ao máximo o verão nessa altura, no resto do tempo é complicado.

Por outro lado, é a altura ideal para limprezas e, de outra forma, não nos conseguimos conciliar ou ter tempo para as limpezas e pinturas.

 

Posto isto, eis que surge o grande dilema:

 

Aproveitar as merecidas e desejadas férias, deixando a casa conforme está, até ver, ou deixar a casa apresentável, sem ter realmente gozado férias, e voltar ao trabalho mais cansada ainda, e com a sensação de não ter estado de férias?

  • Blogs Portugal

  • BP