Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Uma das piores viagens que já fiz

 

Comecei com fé e confiança mas, pouco tempo depois de estar na estrada, tudo mudou.

Passei de alguém que ia sempre distraída e não se apercebia de nada, a alguém que não consegue parar de olhar para a estrada, para os carros e para tudo o que acontece à volta.

Assustei-me várias vezes, o meu coração disparou outras tantas, chorei algumas vezes, fui rígida e tensa como uma estaca e ansiosa para que chegássemos ao destino.

Não apreciei a música, nem as belas paisagens que ia encontrando pelo caminho.

Na praia, pude finalmente descomprimir, relaxar um pouco e preparar-me para o regresso. Curiosamente, custou-me menos vir para casa, à noite.

Dizem os especialistas que estes traumas levam o seu tempo a passar. Espero que não seja muito.

A verdade é que não estamos seguros em lado nenhum, mas eu não me sinto segura na estrada. Sinto-me muito pequenina e frágil dentro de um carro. Pelo menos num autocarro estou lá em cima!

Não sei se algum dia me voltarei a sentir como antes do acidente mas, enquanto isso, tenho que continuar a andar e esperar que a cada viagem tudo se torne menos difícil.

 

  • Blogs Portugal

  • BP