Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Verão sem cinema, não é verão!

O verão está aí a chegar e há que aproveitá-lo da melhor forma. Que tal uma sessão de cinema em família, com amigos ou com a vossa cara-metade? As minhas sugestões para este verão são:

 

DIVERTIDA MENTE

 

 

 

Divertida Mente fez um enorme sucesso aquando da sua apresentação no Festival de Cannes, tendo feito a plateia vibrar e questionar-se porque não está o mesmo em competição.

Com a marca da Disney-Pixar, e direção de Pete Docter, este filme de animação que estreia nas nossas salas de cinema já no próximo dia 18 de junho será, talvez, o mais aguardado do ano por miúdos e graúdos!

Um filme diferente, em que as emoções de uma menina, tais como alegria, tristeza, medo, raiva e repulsa, ganham forma e se transformam em personagens reais.

Vamos poder assistir a uma viagem ao interior do cérebro de Riley que, aos 11 anos, se vê obrigada a dizer adeus a uma vida feliz, e começar uma nova vida que não lhe agrada.

Riley mergulha, então, numa depressão, perdendo pouco a pouco todos os seus interesses, mas a “alegria”, praticamente sozinha nesta luta, vai fazer da tristeza e da saudade suas aliadas, e devolver emoções positivas a esta menina para que recupere o equilíbrio.

Numa viagem ao interior do seu cérebro percebemos, por exemplo, como se formam as memórias e como se definem experiências tão fundamentais, como fazer novas amizades.

Sem dúvida, um filme a não perder neste verão!

 

CIDADES DE PAPEL

 

 

Depois do grande êxito que teve o filme A Culpa é das Estrelas, chega agora mais uma adaptação de um romance de Jonh Green – Cidades de Papel!

Este filme traz-nos um estudante universitário, Quentin, que é apaixonado pela sua vizinha e amiga desde os tempos da infância, Margo.

Margo é irreverente, inteligente, popular, a rapariga perfeita, como seria de esperar. E sedenta de liberdade. Mas, na verdade, ninguém realmente a conhece. 

Desafiado por Margo para uma aventura de uma noite pela sua cidade, Quentin alinha. No entanto, Margo desaparece misteriosamente, deixando-lhe pistas para ele decifrar que levam Quentin e os seus amigos, a embarcar numa viagem para descobrir o paradeiro da sua apaixonada.

Para quem gosta do género, recomendo!

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 1 comentário

    Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.